Publicidade

Publicidade

Publicidade

05 de Novembro de 2015 Publicado por: Folha Noroeste Categoria: Educação

Projeto idealizado por piritubano ganha novos horizontes

Começou com blog, virou agência, tem guia e até Mural em instituições de ensino
Anderson Meneses em palestra na Univ. Anhembi Morumbi. Foto: Carla Tôzo

por Miriã Arruda

Anderson Meneses, 25, é publicitário e trabalha com mídias sociais no site Catraca Livre. Há cinco anos, é correspondente voluntariado de Pirituba no blog Mural, que ganhou espaço na Folha de S.Paulo, onde a realidade das periferias é retratada pelos moradores além da violência, como é mostrada pela mídia.

Sessenta correspondentes comunitários abastecem o blog de forma voluntária. Dez deles na região noroeste, entre os bairros de Pirituba, Brasilândia, Vila Nova Cachoeirinha, Anhanguera, Perus, Taipas e Lapa. Nem todos são jornalistas, e possuem outras funções como renda.

Da iniciativa nasceu, em novembro deste ano, a Agência Mural, agora firmada como instituição sem fins lucrativos. Nessa nova etapa, Anderson pretende remunerar esses voluntários sem deixar os ideais. “Contar histórias que empreendem e que crescem nos bairros”, completa.

E a esperança dessa realização veio após a conquista do Programa de Valorização de Iniciativas Tecnológicas (Vai Tec), da Prefeitura de São Paulo, com o correspondente de Paraisópolis, Vagner de Alencar. Juntos apresentaram o “Guia de Empregos na Periferia de SP”, que tem previsão de lançamento para janeiro de 2016 e mapeará oportunidades de trabalho dentro dos bairros. “É um começo de carreira”, afirma Anderson.

Educação

Outro projeto que já está sendo realizado em seis colégios da capital é o “Mural nas Escolas”, no qual correspondentes levam suas experiências às salas de aula da rede pública sobre a profissão de jornalista na periferia. “O jornalismo pode ir além do que vemos na TV e no impresso”. E também há o programa “Mural nas Universidades”, já palestrado no Mackenzie, na FIAM-FAAM e na Anhembi Morumbi, que conversa com os formandos a respeito da “cobertura de fatos fora dos centros”.