Publicidade

Publicidade

Publicidade

10 de Agosto de 2017 Publicado por: Folha Noroeste Categoria: Regional

Linha Term. Pirituba – V. Mariana é a que mais recebe queixas em São Paulo

Reportagem da TV Gazeta percorre trecho para entender as razões de tantas reclamações
Linha recebeu 190 reclamações entre janeiro e outubro de 2016. Foto: Reprodução/ TV Gazeta

Publicado às 11h

Por Gabriel Cabral, com informações da TV Gazeta

A linha municipal 917H/10 – Terminal Pirituba / Vila Mariana é a que mais recebe reclamações em toda a cidade de São Paulo. A reportagem da TV Gazeta acompanhou todo o percurso do ônibus para tentar entender as razões dela receber tantas queixas. Após partir de Pirituba, o veículo passou por apenas dois pontos o ônibus e já estava cheio. “A gente já pegou um ônibus [da linha 917h/10] que não conseguimos nem entrar pela porta”, disseram duas jovens que estavam em pé no corredor.

As ruas estreitas por onde o ônibus passa também dificulta o percurso, mesmo quando, em determinadas vias, ele acelera e excede a velocidade. “Eles brecam muito em cima”, disse outro usuário. Entre janeiro e outubro de 2016, o trecho que liga Pirituba e Vila Mariana recebeu 190 reclamações. O 2° lugar passa na Zona Leste e ganhou com 170.

A linha 847P/10 – Terminal Pirituba/Itaim Bibi ficou em 6° lugar, com 142 queixas. Dentre as 10 mais reclamadas, apenas a 917h/10 e a 847P/10 são da região noroeste da cidade.

A campeã de reclamações percorre mais de 20km e mesmo no horário de pico ela demora cerca de uma hora para chegar em bairros vizinhos, como a Vila Leopoldina. Fora do horário de pico, na viagem feita pela reportagem, o trecho demorou 1h45 para ser completo. “Já cheguei a ficar mais de 2h30 para chegar aqui [metrô Vila Mariana]”, disse outro passageiro, que já perdeu compromissos por causa do tempo.

Muitas pessoas preferem enfrentar a demora e o trânsito do Terminal Pirituba/Vila Mariana para evitar de mexer no bolso e gastar mais com a integração entre ônibus, CPTM e metrô ou ainda para não se desgastar com a transferência entre um ônibus e outro ou em linhas férreas, como a linha 7 – Rubi ou a 8 – Diamante.

A SPTrans informou que multou a empresa que realiza o percurso da linha 917h/10 por não cumprir a quantidade e o horário de partidas programadas e disse que continuará monitorando a linha até que as providências de regularização sejam cumpridas.

Veja a reportagem: