Publicidade

Publicidade

Publicidade

11 de Janeiro de 2018 Publicado por: Folha Noroeste Categoria: Entretenimento

Paulo Ho explora música, teatro e performance ritualística em show

Em “Clérigo”, o artista carioca mescla tradições africanas e rituais cristãos em espetáculo questionador
Paulo Ho. Foto: Elisa Mendes

Publicado às 14h30

Entre os dias 19 e 21, dentro do Projeto Som na Caixa, o cantor e ator Paulo Ho  sobe ao palco do auditório do Sesc Ipiranga para apresentar “Clérigo”, seu novo espetáculo. O artista carioca, que lançou o álbum “Ex-Companheiro” em 2016, estreia a nova turnê com um show multifacetado, transitando por diversas linguagens artísticas como música, teatro e performance, contando com a participação especial da atriz Dida Camero.

Assinando também a direção do espetáculo, Paulo Ho traz um repertório eclético, com canções que passeiam por compositores consagrados da música brasileira, entre eles Gilberto Gil, Caetano Veloso e Roberto Carlos. As faixas do álbum “Ex-Companheiro” também estão presentes e dividem a cena com releituras internacionais que vão de Rolling Stones a Duran Duran.

Clérigo, o espetáculo

A “Igreja Eletrônica de Paulo Ho”, Clérigo é o novo movimento cênico do ator e cantor Paulo Ho. O artista carioca, com larga vivência teatral, começa uma nova investigação sobre sua visão religiosa, política e social.

“O espetáculo não é apenas um show de música, mas uma performance ritualística, que vai desde um rito clérigo ao teatro, de forma a tentar entender e neutralizar a obscuridão na qual estamos imersos. Eu faço uso da mítica cristã, de elementos místicos e de nossa tradição africana. Não é uma crítica direta, embora possa haver algumas, mas realmente uma reflexão. Cresci numa família religiosa e até já estudei os diversos tipos de rituais que temos no nosso país. Hoje tenho minhas próprias crenças e convicções, mas mais do que nunca vivemos num estado de grande risco, baseado na estrutura cristã. Por isso, vale o questionamento” – explica o artista.

O show é dividido em três partes - Cristão, Deusa e Humano -, e em cada show o cantor assume uma persona.

“As personas nasceram espontaneamente e com certeza fazem parte de mim. Ainda não descobri onde elas estavam, é mesmo uma busca. Não as vejo exatamente como personagens e sim como energias. Não faço juízo de valor ou moral sobre elas, elas apenas existem, são reais. Cada uma tem sua função e seu desequilíbrio pode causar o caos”.

A estética e a parte musical da apresentação têm como referências a igreja católica e os ritos místicos e míticos de origem africana, com uma linguagem atual e pop. O show conta com os músicos Thiago Vivas e Pedro Sodré, ambos manipulando os beats eletrônicos, além de diversos instrumentos.

O show é baseado na ancestralidade de várias energias e tem grande inclinação à ritualística, porém baseada no subconsciente do artista. Clérigo é uma reflexão dos dias atuais, onde a religião se torna cada vez mais presente, nem sempre de maneira positiva. A ideia e palavra do espetáculo é a neutralidade. Dinheiro, religião, política. Temas antigos e sempre renovados.

 

Projeto Som na Caixa com Paulo Ho apresenta "Clérigo"

Quando: de 19 a 21/1, sexta às 21h30, sábado às 19h30 e domingo às 18h30
Onde: Auditório do Sesc Ipiranga. Rua Bom Pastor, 822
Quanto: R$20,00 (inteira) / R$10,00 (meia) / R$6,00 (credencial plena)