Publicidade

Publicidade

Publicidade

15 de Janeiro de 2018 Publicado por: Folha Noroeste Categoria: Acontece

Rodízio de veículos em SP volta a ser aplicado a partir desta segunda-feira

Rodízio tinha sido suspenso em 22 de dezembro. Nesta segunda-feira não podem circular carros com finais 1 e 2 nos horários do rodízio (7h às 10h e 17h às 20h)
Rodízio municipal volta a funcionar nesta segunda-feira. Foto: Marcelo Brandt/G1

Publicado às 11h50

G1 São Paulo

O rodízio de veículos de passeio em São Paulo voltará a ser aplicado nesta segunda-feira (15) após ter ficado suspenso desde 22 de dezembro. Nesta segunda-feira, carros com finais de placas 1 e 2 não poderão transitar dentro da área de rodízio nos horários determinados (7h às 10h e 17h às 20h).

No período de suspensão temporária do rodízio, seguiram valendo normalmente o rodízio de placas para veículos pesados (caminhões) e as demais restrições: Zona de Máxima Restrição à Circulação de Caminhões (ZMRC) e a Zona de Máxima Restrição ao Fretamento (ZMRF).

Rodízio de carros em São Paulo

Dia da semana

Segunda-feira

Terça-feira

Quarta-feira

Quinta-feira

Sexta-feira

Placas finais

1 e 2

3 e 4

5 e 6

7 e 8

9 e 0

Fonte: Secretaria Municipal de Mobilidade e Transporte

O rodízio restringe a circulação de veículos no Anel Viário da Cidade nos períodos da manhã, das 7h às 10h, e da tarde, das 17h às 20h. Nesses horários, dependendo da placa do carro e do dia da semana, veículos ficam impedidos de circular nos seguintes locais:

- Vias que delimitam o chamado Mini Anel Viário, formado pelas marginais Tietê e Pinheiros, avenidas dos Bandeirantes e Afonso D´Esccragnole Taunay

- Complexo Viário Maria Maluf, avenidas Tancredo Neves e Juntas Provisórias

- Viaduto Grande São Paulo

- Avenidas Professor Luís Inácio de Anhaia Melo e Salim Farah Maluf

Multa

Transitar em locais e horários não permitidos pela regulamentação prevista no Código de Trânsito Brasileiro implica infração de trânsito de nível médio, resultando em multa no valor de R$ R$ 130,16 e acréscimo de 4 (quatro) pontos na carteira de habilitação do motorista.