COTIDIANO

Enel e empresas de telecomunicação vão enterrar 52 km de fios até novembro de 2020

Publicado em 16/12, às 11h15

Por Priscila Perez

Sabe aquele antigo plano de sumir com a fiação emaranhada nos postes? Parece que parte dele sairá do papel. Pressionadas pelo Ministério Público de São Paulo, a Enel (concessionária de energia) e as empresas de telecomunicação (internet e telefonia) apresentaram um cronograma para realizar o enterramento dos fios na capital – prometido na gestão Doria, em 2017. Segundo o documento apresentado ao MP, 52 quilômetros de cabos em sete regiões da cidade deverão ser enterrados até novembro de 2020.

Emaranhado de fios. Foto: Reprodução.

À época, a Prefeitura de São Paulo, então comandada por João Doria, não estipulou prazos para que o projeto, batizado de “Cidade Linda Redes Aéreas”, fosse realizado. A iniciativa previa a remoção de dois mil postes, sobretudo na região central da cidade. Bom Retiro, Santa Cecília, Bela Vista, República, Brás, Consolação e Jardim Paulista seriam alguns dos bairros beneficiados pela empreitada. Doria era ainda mais ambicioso quanto à meta do projeto, que prometia uma média de 100 km de fios enterrados por ano.

MP pressionando

Para garantir que cabos e postes sejam retirados, o Ministério Público se reuniu com todos os envolvidos para cobrar prazos. Em caso de descumprimento, uma ação civil poderá ser aberta. A ideia, segundo a Enel, é criar um operador único para gerenciar o cabeamento. A estrutura, por sua vez, seria compartilhada pelas concessionárias. “Não pode cada um lançar seu próprio cabo, senão não haverá espaço físico pra todos. Seja na rede aérea, seja subterrâneo”, pontua Sidney Simonaggio, diretor de clientes da Enel Distribuição São Paulo.

Folha Noroeste

Somos o maior prestador da região Noroeste, com mais de 100 mil exemplares impressos a Folha do Noroeste tem se destacado pelo seu comprometimento com a Noticia e tem ajudado a milhares de pessoas a divulgar os problemas do cotidiano de nosso bairro.

Adicione Comentário

Clique aqui para postar um comentário