COTIDIANO

Gestão Covas vai reduzir as entidades ligadas à administração indireta da Prefeitura

Publicado em 11/11, às 13h20

Por Priscila Perez

O prefeito Bruno Covas (PSDB) quer reestruturar a composição da administração indireta da Prefeitura. Para isso, encaminhou à Câmara Municipal na última quinta-feira, 7 de novembro, um Projeto de Lei (PL) que reduz de 22 para 14 o número de entidades ligadas ao pode poder público municipal, incluindo empresas, autarquias, fundações e serviços sociais autônomos.

Em contrapartida, o PL propõe a criação do “SP Regula”, que terá maior poder regulatório e de fiscalização. Com isso, serão extintos o Serviço Funerário e a Amlurb, ambas autarquias municipais, e dois departamentos da Secretaria Municipal de Subprefeitura – ILUME e LIMPURB. Desse modo, o SP Regula abrangerá as concessões de iluminação pública, coleta de lixo e de serviços cemiteriais e funerários.

Ed. Matarazzo. Foto: José Cordeiro/SPTuris.

Também será criada a Agência Paulistana de Desenvolvimento e Investimentos, que acumulará – parcialmente – as responsabilidades da Agência São Paulo de Desenvolvimento (ADESAMPA) e da São Paulo Negócios (SP Negócios), ambos serviços sociais autônomos.

Outra novidade é a extinção da Autarquia Hospitalar Municipal e da Autarquia Municipal de Serviços Auxiliares de Saúde, cujas atividades serão absorvidas pela Secretaria Municipal da Saúde. A SPTuris, por sua vez, também deverá ser suprimida.

O PL trata, também, da Fundação Paulistana de Educação, Tecnologia e Cultura (conhecida como Fundação Paulistana), que será extinta e suas atribuições incorporadas pela SMDET.  O mesmo ocorrerá com a Fundação Theatro Municipal de São Paulo, cujas atribuições serão transferidas à Secretaria Municipal da Cultura.

Folha Noroeste

Somos o maior prestador da região Noroeste, com mais de 100 mil exemplares impressos a Folha do Noroeste tem se destacado pelo seu comprometimento com a Noticia e tem ajudado a milhares de pessoas a divulgar os problemas do cotidiano de nosso bairro.

Adicione Comentário

Clique aqui para postar um comentário