COTIDIANO

Guaranis pedem ajuda após incêndio no Pico do Jaraguá neste domingo

Publicado em 22/6/2020 às 11h40

Por Cristina Braga

Incêndio que teve início na tarde de domingo, 20, no Pico do Jaraguá colocou em risco as aldeias indígenas e atingiu, segundo o líder indígena Thiago Henrique Karai o cemitério sagrado dos guaranis, na aldeia Tekoa Itakupe. O vento rápido ajudou a espalhar os focos de incêndio. O Corpo de Bombeiros usou caminhões e helicóptero Aguia para combater os focos de incêndio durante todo o dia e até a noite.

No Twitter, a corporação disse que o trabalho foi intenso . Os indígenas a todo momento solicitavam galões de água e ajuda para a aldeia, porque o abastecimento havia sido interrompido e muitos deles estavam correndo perigo inalando a fumaça que logo que propagou pela mata nativa.Em vídeo, o líder Thiago Karai pede por ajuda desesperadamente para que as autoridades .

Em redes sociais há uma campanha pedindo ajuda “porque os canos foram queimados e a comunidade precisa estabelecer a circulação de água na aldeia Tekoa Itakupe”.

Segundo o Subprefeito Edson Brasil,  a aldeia capta água de uma nascente e com o incêndio a captação foi prejudicada. “Estou enviando material para que a rede seja restaurada, bem como para a reforma dos banheiros e uma caçamba para coleta de lixo”.

Foto Fernando Ferrari