COTIDIANO

Por mais segurança, Prefeitura determina mudanças no descarte e coleta de lixo domiciliar

Publicado  em 25/03, às 12h

Por Priscila Perez

Em tempos de pandemia, os cuidados devem ser redobrados para evitar o contágio e a disseminação do coronavírus entre a população. Em caráter emergencial, a Prefeitura de São adotou um plano de contingência para os serviços de limpeza urbana, descarte de lixo domiciliar e Ecopontos da capital – válido até o dia 7 de abril. Segundo o secretário das Subprefeituras da cidade, Alexandre Modonezi, o objetivo é evitar que os colaboradores sejam expostos ao vírus ao manusearem resíduos contaminados.

Coleta de lixo na capital. Foto: Divulgação/Loga.

As medidas preventivas também devem ser adotadas pela população durante a quarentena. Na hora de descartar o lixo, o munícipe deve utilizar dois sacos resistentes, preenchê-los em até dois terços e dar um nó reforçado.

Nos Ecopontos, por exemplo, a Prefeitura quer evitar o contato entre a população e os agentes de limpeza. Para isso, o descarte ocorrerá diretamente nas caçambas ou nos Pontos de Entrega Voluntária (PEVs). “A primeira ação tomada foi cuidar dos nossos colaboradores, trazendo informação, eles são acompanhados em relação a temperatura e equipamentos de proteção individual foram reforçados tanto para quem faz a varrição da cidade como quem faz a coleta de lixo”, disse o secretário.

Folha Noroeste

Somos o maior prestador da região Noroeste, com mais de 100 mil exemplares impressos a Folha do Noroeste tem se destacado pelo seu comprometimento com a Noticia e tem ajudado a milhares de pessoas a divulgar os problemas do cotidiano de nosso bairro.

Adicione Comentário

Clique aqui para postar um comentário