COTIDIANO

Quem jogar bituca de cigarro na rua poderá ser multado em R$ 500 na capital

Publicado em 24/02, às 11h50

Por Priscila Perez

Além de não ser biodegradável, a bituca de cigarro pode contaminar o solo e causar incêndios. Mesmo assim, 12,3 bilhões de bitucas são descartadas diariamente no mundo todo. E nas ruas da capital não é diferente: basta uma breve caminhada para avistá-la aos montes no chão.

Foto: Reprodução/Alexander Heimann/Getty Images.

Um projeto de lei que tramita na Câmara Municipal quer acabar com esse mau hábito. Para isso, o vereador Rinaldi Digilio (Republicanos) propõe a aplicação de uma multa no valor de R$ 500 e a realização de campanhas de conscientização sobre o risco ambiental.

O PL 499/2019 já passou pela Comissão de Constituição e Justiça (CCJ) e aguarda parecer da comissão de Política Urbana, Metropolitana e Meio Ambiente para seguir em frente. Na sequência, o texto deverá ser analisado pelas comissões de Administração Pública e de Finanças e Orçamentos para – finalmente – ser votado pelos parlamentares. Ao final desse processo, se receber parecer favorável, o PL seguirá à sanção do prefeito Bruno Covas.

Em sua justificativa, o vereador ressalta que há cerca de 1,6 milhões de fumantes na capital paulista e 14 milhões de bitucas descartadas incorretamente. “Bituca não é biodegradável, por isso, o tempo de decomposição de uma bituca jogada no asfalto pode levar até dez anos, isso porque o filtro dos cigarros é feito de acetato de celulose, um tipo de plástico.”

Para se ter ideia, as bitucas de cigarro são ainda mais prejudiciais aos nossos oceanos do que as sacolas plásticas. É o que aponta a ONG Ocean Conservancy, entidade que atua na limpeza de praias em mais de cem países desde 1986. Em 32 coletas, foram retiradas mais de 60 milhões de bitucas, o equivalente a um terço dos objetos coletados.

Folha Noroeste

Somos o maior prestador da região Noroeste, com mais de 100 mil exemplares impressos a Folha do Noroeste tem se destacado pelo seu comprometimento com a Noticia e tem ajudado a milhares de pessoas a divulgar os problemas do cotidiano de nosso bairro.

Adicione Comentário

Clique aqui para postar um comentário