COTIDIANO

Sorocabana terá 60 leitos de enfermaria na parte térrea para tratamento da Covid-19

Publicado em 28/5/2020 às 1405

por Cristina Braga

O prefeito de São Paulo Bruno Covas, em entrevista coletiva no início da tarde desta quinta-feira, 28 de maio de 2020, anunciou os planos da administração municipal para a primeira fase de relaxamento da quarentena na capital paulista.A cidade de São Paulo foi inserida na classificação da “fase laranja”, que permite, por exemplo, abertura com restrições em alguns serviços, como atividades imobiliárias, concessionárias, escritórios, comércio e shoppings centers.
Bruno Covas disse que serão dez pré-requisitos que devem ser seguidos pelos setores, entre os quais apresentação de protocolos de saúde, higiene, testagem, fiscalização, comunicação de regras e proteção a clientes e funcionários.

A ocupação total das UTIs nos hospitais municipais até o início da tarde desta quinta-feira, 28, era de 92%.
A cidade tinha até então 180.720 casos suspeitos, 54.948 confirmados, 53.959 pessoas recuperadas na rede municipal, 3.619 óbitos confirmados e 77 suspeitos.

Sorocabana na parte térrea

Além de sete hospitais já inaugurados na cidade, Bruno Covas anunciou a abertura de mais três hospitais: Hospital Guarapiranga com 80 leitos de UTI e 60 de enfermaria; Hospital Brigadeiro com 20 leitos de UTI e 120 de enfermaria e reabrir Hospital Sorocabana, na Lapa, com 60 leitos de enfermaria- ” a parte térrea do hospital que já foi cedida pelo Estado ao município”, em Junho, disse Covas.

Até domingo, segundo Bruno Covas, serão instalados maios 300 novos respiradores repassados do Governo do Estado. Em junho, serão distribuídos à população em torno de três milhões de máscaras. O prefeito anunciou ainda a realização de mais 115 mil testes rápidos em 96 distritos da capital.