EDUCAÇÃO

Educação implementa novo currículo para alunos da 1ª série do ensino médio

Publicada em 16/02/2021 às 10h17

Por Cristina Braga

O ano letivo de 2021 marca o início da implementação do novo currículo paulista do ensino médio homologado no ano passado. Todos os mais de 470.000 alunos matriculados na 1ª série do ensino médio em mais de 3.700 escolas estaduais de São Paulo estreiam neste ano o novo currículo.São Paulo foi o primeiro estado do país a construir o documento, a partir da escuta de toda a rede, determinado pela lei de reforma do ensino médio, sancionada em 2017.

A partir de junho, todos os estudantes da 1ª série do ensino médio terão de escolher quais itinerários irão cursar a partir da 2ª série. Uma consulta pública realizada no ano passado, mostrou que 49% dos alunos têm interesse em seguir na área de formação técnica e profissional. Outros 46% sinalizaram que vão optar pela área de linguagens, seguida por ciências da natureza (35%), matemática (31%) e ciências humanas (28%).

Na formação geral básica, os estudantes terão os componentes curriculares divididos em áreas de conhecimento como linguagens e suas tecnologias (língua portuguesa, artes, educação física e língua estrangeira); matemática; ciências humanas e sociais aplicadas (história, geografia, filosofia e sociologia); e ciências da natureza e suas tecnologias (biologia, química e física).Na carga horária referente aos itinerários formativos, o estudante precisa escolher uma ou duas áreas de conhecimento da formação geral para aprofundar seus estudos, ou ainda, a formação técnica e profissional para se especializar.

Os componentes do programa Inova Educação também farão parte dos itinerários formativos, com as disciplinas de eletivas (educação financeira, teatro, empreendedorismo), projeto de vida (aulas que ajudam o estudante na gestão do próprio tempo, na organização pessoal, no compromisso com a comunidade) e tecnologia e inovação (mídias digitais, robótica e programação).Para concretizar a implementação do currículo, a Secretaria Estadual da Educação vai oferecer formação continuada ao longo de todo ano aos professores do ensino médio.