EDUCAÇÃO

Ex-alunos de direito da USP pagam reforma de salas e bolsas para estudantes carentes

Publicado às 9h10

Folha de SP

Em tempos de recursos escassos para universidades, é comum se ouvir que falta no Brasil cultura de colaboração dos ex-alunos. Na tradicional Faculdade de Direito da USP, isso começa a mudar.

Egressos da mais prestigiada instituição de ensino jurídico do país, no Largo São Francisco (centro de São Paulo), estão à frente de iniciativas que incluem a restauração da fachada, a reforma de salas de aula e o pagamento de bolsas para estudantes carentes.

As ações envolvem de recém-formados a octogenários, de advogados em início de carreira ao presidente do Supremo Tribunal Federal. A mobilização começou em 2018, quando o professor Floriano de Azevedo Marques Neto assumiu a direção. Uma de suas propostas era trazer para perto os antigos estudantes.

Criada em 1827, a São Francisco, como é chamada, sofre com problemas de infraestrutura, agravados por anos de aperto orçamentário na USP.

Entre os egressos da instituição que atenderam ao chamado do diretor estão os advogados Pedro Guilherme de Souza e Kleber Luiz Zanchim.

Fachada da Faculdade de Direito do Largo de São Francisco, da USP, passa por reforma financiada por ex-alunos como Dias Toffoli, presidente do STF. Foto: Danilo Verpa/Folhapress

Folha Noroeste

Somos o maior prestador da região Noroeste, com mais de 100 mil exemplares impressos a Folha do Noroeste tem se destacado pelo seu comprometimento com a Noticia e tem ajudado a milhares de pessoas a divulgar os problemas do cotidiano de nosso bairro.

Adicione Comentário

Clique aqui para postar um comentário