ENTRETENIMENTO/ESPORTES

Grandes de São Paulo se unem e só aceitam volta do público se todos times da Série A tiverem o mesmo direito

Publicado em 23/09/2020, às 9h15

Por Renan B Blanquez

Após estudo da CBF que permite 30% da capacidade dos estádios ser aceito pelo
Ministério da Saúde, os quatro grandes clubes de São Paulo só aceitam estas condições
se for liberado para todos os clubes que disputam a Séria A do campeonato Brasileiro.

A volta do público começou a ser discutida semana passada, quando o prefeito do Rio
de Janeiro Marcelo Crivella, autorizou a volta da torcida no jogo entre Flamengo e
Athlético Paranaense que acontecerá no dia 4 de outubro. A torcida seria apenas
liberada no Maracanã e isso deixou a maioria dos dirigentes dos outros clubes irritados.

Com a ameaça do presidente do Corinthians Andrés Sanches do time não entrar em
campo. Após a liberação do Ministério da Saúde a CBF deixou claro que a decisão de
liberar o público nos estádios é dos estados e municípios. A prefeitura de São Paulo
afirmou que neste momento não é permitida a presença de torcedores e que não tem
previsão de volta. O Governo do Estado de São Paulo por outro lado disse que “o
Centro de Contingência do Coronavírus do Estado de São Paulo está analisando a
permissão da volta do público aos estádios”.

Logo depois da manifestação de Corinthians, Palmeiras,São Paulo e Santos, a CBF soltou uma nota dizendo que o próximo passo para o desenvolvimento deste plano será a realização de uma reunião
com todos os clubes da Série A para discussão do tema. A realizar-se na próxima
quinta-feira (24), ás 16h30, por videoconferência. Dando início a consulta ás
autoridades estaduais e municipais responsáveis.

Folha Noroeste

Somos o maior prestador da região Noroeste, com mais de 100 mil exemplares impressos a Folha do Noroeste tem se destacado pelo seu comprometimento com a Noticia e tem ajudado a milhares de pessoas a divulgar os problemas do cotidiano de nosso bairro.

Adicione Comentário

Clique aqui para postar um comentário