ENTRETENIMENTO

Prefeito Bruno Covas entrega obras de adequação no Espaço Cultural Tendal da Lapa

Publicado às 13h45

Por Cristina Braga

O Prefeito Bruno Covas (PSDB) inaugurou nesta quarta-feira, 9 de outubro, uma “mini” revitalização no Espaço Cultural Tendal da Lapa, juntamente com o secretário municipal de Cultura Alê Youssef e o Subprefeito da Lapa Leonardo Casal Santos. Estiveram presentes a coordenadora do Tendal Bel Toledo, o secretário municipal de Infraestrutura e Obras (SIURB) Victor Aly e os vereadores Eliseu Gabriel (PSB), Fábio Riva (PSDB) e Beto do Social (PSDB).

Covas falou da importância de revitalizar os espaços culturais já presentes no município, além de ampliar as casas de cultura em bairros periféricos que não possuem tais equipamentos. Quando a Folha Noroeste perguntou sobre a possibilidade de Pirituba ganhar uma Casa de Cultura, Covas respondeu que o foco é a requalificação das atuais e estuda a possibilidade de adequação de um equipamento (Biblioteca Brito Broca) para instalar um espaço cultural.

Segundo Bel Toledo, a reforma requalificou no Tendal as cinco salas de oficinas e administração, que tiveram o telhado trocado, piso e a parte elétrica e ganharam acessibilidade. “Com isso, deu condições bem mais adequadas para o atendimento do usuário. Estamos pensando em uma reforma na parte tombada agora, nos galpões lá dentro onde temos de aprimorar o atendimento de acessibilidade. No galpão tombado, já existe uma emenda parlamentar para fazer a reforma elétrica estimada na ordem de R$ 130 mil”, disse. O Tendal é tombado pelo Conpresp (Conselho Municipal de Preservação do Patrimônio Histórico, Cultural e Ambiental da Cidade de São Paulo).

Foto: Cristina Braga

Outros assuntos da região

Na coletiva de imprensa, o prefeito respondeu também sobre o novo critério para a instalação da iluminação pública. “Depois de inúmeros anos discutindo na Justiça a questão da PPP, soltamos no começo deste ano uma nova consulta pública e o Tribunal de Justiça autorizou de novo a Prefeitura a assinar essa PPP (em agosto). Levantamos junto com a Secretaria de Segurança Pública os pontos de principal foco de criminalidade e neles vamos  instalar postes de luz (LED) na cidade. Já foram dois mil novos postes instalados. A ideia é renovar 50 a 60% dos postes da cidade até o fim da gestão”, diz o prefeito.

Com relação ao PIU Leopoldina, disse que “ a expectativa é  aprovar ainda este ano o projeto de lei (PL) em tramitação na Câmara Municipal. É uma grande inovação elaborado pelo setor privado e com acompanhamento da Prefeitura de São Paulo, a obra vai beneficiar todo o entorno da Leopoldina, na habitação popular, na segurança pública”.

Quanto ao Parque Orlando Villas-Bôas, fechado há quatro anos e liberado pela Cetesb, afirmou que a Prefeitura está atrás de R$ 2 milhões já depositados no FEMA ( Fundo Especial de Meio Ambiente e Desenvolvimento Sustentável) para poder iniciar a obra o mais rápido possível. “A expectativa era começar o ano que vem, mas estamos  tentando antecipar para este ano.”