ESPAÇO DO LEITOR

Desorganização e ineficiência: leitor questiona a morosidade da CET em resolver o trânsito no Jardim Cidade Pirituba

Publicado em 05/11, às 9h

Há mais de oito meses me reportei junto à Folha Noroeste sobre o desorganizado mapa de trânsito traçado pela ineficiente e incompetente Companhia de Engenharia de Tráfego (CET) na Rua Justino de Andrade, no Jd. Cidade Pirituba, região onde eu moro. É só conferir as edições 246 e 248, do ano passado. Até agora, tudo o que aquela fantasiosa companhia disse não foi realizado. Nada foi feito! Na época, a CET afirmou que “estava desenvolvendo estudos para aprimorar a sinalização e que este projeto previa a sinalização de solo e a instalação de placas”. Pois bem, nada até agora foi desenvolvido ou projetado. Disseram também, naquela ocasião, que fariam uma readequação na lombada existente, tarefa que – assim como as demais – não foi executada. Na realidade, não há necessidade de readequá-la, e sim de construir, pelo menos, mais duas lombadas. A CET dizia ainda que monitora e fiscaliza periodicamente o local. Mentira! Nesses 16 anos que aqui resido, nunca avistei algum funcionário daquela companhia. Oitos meses se passaram, e nada aconteceu. Morosidade e descaso. Enquanto isso, o fluxo de veículos e motos aumenta desproporcionalmente, fazendo da rua pista de corrida pela alta velocidade que tais motoristas desempenham em suas máquinas. As crianças continuam brincando na rua, enquanto o descaso persiste. O perigo é cada vez maior, assim como o risco de ocorrer uma fatalidade. E a CET, morosa e entediada, trata nossas críticas e reclamações com total desdém, ironia e irresponsabilidade.

*O leitor não quis se identificar

Rua Justino de Andrade, no Jardim Cidade Pirituba. Foto: Street View.
RESPOSTA
Assessoria de Imprensa CET

Em atenção à reclamação, a Engenharia de Campo da CET informa que, após análise técnica, concluiu pela manutenção do sentido duplo de circulação para a Rua Justino de Andrade, preservando a acessibilidade dos moradores. Ressaltamos que há uma tendência no comportamento do motorista em exceder a velocidade regulamentada nas vias com sentido único de circulação porque a percepção de risco e velocidade é diminuída. Informamos ainda que foram elaborados os projetos prevendo a obra de adequação da lombada existente às normas de sinalização vigentes, bem como de manutenção da sinalização vertical, com a substituição das placas de lombada e regulamentação de velocidade (20 km/h).

Folha Noroeste

Somos o maior prestador da região Noroeste, com mais de 100 mil exemplares impressos a Folha do Noroeste tem se destacado pelo seu comprometimento com a Noticia e tem ajudado a milhares de pessoas a divulgar os problemas do cotidiano de nosso bairro.

Adicione Comentário

Clique aqui para postar um comentário