ESPAÇO DO LEITOR

Leitora alerta para perigo de dengue no entorno do Parque São Domingos

Publicado em 02/03, às 9h30

Como moradora da Rua Professora Altina Maynard Araújo, no Parque São Domingos, venho solicitar com urgência maior atenção da Prefeitura quanto à manutenção, limpeza do mato e varrição no entorno da área verde. Tais serviços foram realizados por um determinado período no local. Porém, em época de muitas chuvas, o perigo de surgirem possíveis criadouros do Aedes aegypti na região é maior ainda devido ao descarte incorreto de lixo por motoristas que utilizam essa via para descanso na hora do almoço, pelo aumento dos moradores de rua e, também, pela população em geral. Esses serviços de zeladoria são essenciais para prevenir a dengue! Não basta fazer a manutenção da área em época de seca ou contar apenas com a ajuda de alguns moradores para manter a via limpa. Que as respostas e providências da Subprefeitura de Pirituba, Secretaria de Assistência e Desenvolvimento Social e da Coordenadoria Regional de Saúde sejam mais rápidas para atender aos anseios e às necessidades de todos nós, contribuintes da cidade. Muito obrigada e um 2020 repleto de saúde, paz e consciência social.

Solange Aparecida Parracho

Parque São Domingos. Foto: Reprodução/Street View.
RESPOSTA
Assessoria de Imprensa Secretaria Municipal de Assistência e Desenvolvimento Social

A Prefeitura de São Paulo, por meio da Secretaria Municipal de Assistência e Desenvolvimento Social (SMADS) e do Serviço Especializado de Abordagem Social (SEAS), realiza busca ativa para abordar pessoas em situação de rua e oferecer acolhimento nos equipamentos da rede socioassistencial. É importante ressaltar que o aceite é voluntário. Em relação à região do Parque São Domingos, o SEAS realiza abordagens periodicamente no local. Em 27 de janeiro, sete pessoas que faziam o uso de substâncias psicoativas recusaram o encaminhamento. Os orientadores socioeducativos foram informados pelos próprios usuários de que possuem família na região. Em dezembro de 2019, o SEAS Casa Verde realizou 171 abordagens no distrito de Pirituba. Reitera-se que a equipe reforçará o monitoramento socioassistencial na região. Cabe acrescentar que a população pode ajudar as pessoas em situação de rua solicitando uma abordagem social por meio da Central 156, que funciona 24 horas por dia.

Assessoria de Imprensa Secretaria Municipal da Saúde

A Secretaria Municipal da Saúde, por meio da Coordenadoria de Vigilância em Saúde (Covisa), ressalta que água parada, somada às altas temperaturas, favorece a proliferação dos mosquitos. A população pode colaborar eliminando e evitando a formação de novos criadouros do Aedes aegypti, a partir de ações como: limpeza periódica de calhas, rufos, lajes, piscinas, chafarizes, bebedouros de animais e qualquer estrutura que permita o acúmulo de água; evitar o acúmulo de inservíveis que possam acumular água de chuva e servir de criadouros; realizar a vedação adequada das caixas d’água, fossas e outras estruturas acumuladoras de água, limpando-as periodicamente; manter vasos e floreiras sem pratos de contenção de água de irrigação; e ensacar e destinar adequadamente vasilhames que possam acumular água, não depositando lixo e entulho nas ruas.

Assessoria de Imprensa Subprefeitura Pirituba/Jaraguá

A Subprefeitura Pirituba/Jaraguá informa que a Rua Professora Altina Maynard de Araújo recebe limpeza a cada duas semanas, sendo às quartas-feiras ou sábados. As últimas ações foram realizadas nos dias 7 e 29 de janeiro. Em vistoria efetuada em 21 de janeiro, foi identificado que o local está em ordem e com a limpeza em dia.

Folha Noroeste

Somos o maior prestador da região Noroeste, com mais de 100 mil exemplares impressos a Folha do Noroeste tem se destacado pelo seu comprometimento com a Noticia e tem ajudado a milhares de pessoas a divulgar os problemas do cotidiano de nosso bairro.

Adicione Comentário

Clique aqui para postar um comentário