ESPAÇO DO LEITOR

Opinião de Leitor: Cultura desvalorizada na região

Formiga MC reflete sobre a situação da cultura na região noroeste

Publicado às 12h

A cultura em nossa região de Pirituba e Jaraguá é muito diversificada, mas chega a ser um pouco desvalorizada por serem reconhecidos apenas como “artistas regionais”. Eu, Formiga MC, como um artista regional e fundador do Open Mike, coletivo independente que busca palcos e valorização desses artistas, percebo que sofremos, às vezes, preconceito pelo fato de não sermos artistas de “nome”. E acho que talvez uma solução seria a inclusão destas pessoas, não só em eventos específicos do gênero musical, como também em outras programações culturais. Isso já acontece com alguns artistas, mas não com a grande maioria, que por falta de informação ou até mesmo instruções, não conseguem se inserir em projetos, editais e afins. Existem poucos movimentos e órgãos que fazem isso. O MOCUPIJA (Movimento Cultural Pirituba – Jaraguá) é umdos que auxiliam, mas também não conseguem fazer muito por falta de parcerias e valorização do movimento. Sou muito grato ao MOCUPIJA.

Uma questão que sempre levanto e incluo no meu coletivo é o funk, que é muito discriminado, mas é muito forte e importante, pois nossos jovens estão todos lá e ele é muito marginalizado, sem apoio algum. Há muitos artistas bons, pensadores, cidadãos e militantes do gueto e por isso que digo que a cultura é desvalorizada. Eu e o Coletivo Open Mike sempre vamos estar na luta para quebrar essa barreira e o mais importante: disseminar a cultura em nosso bairro, com ou sem apoio. “Não tenho dinheiro, mas tenho gana. Tô fazendo cultura, tio, toda semana. Maloqueiro mesmo, ó. Minha mãe me ama porque eu sou o famosa MC Sem Fama.”

Formiga MC, cantor e fundador do Coletivo Open Mike

 

Foto: Arquivo Pessoa/Formiga MC

Folha Noroeste

Somos o maior prestador da região Noroeste, com mais de 100 mil exemplares impressos a Folha do Noroeste tem se destacado pelo seu comprometimento com a Noticia e tem ajudado a milhares de pessoas a divulgar os problemas do cotidiano de nosso bairro.

Adicione Comentário

Clique aqui para postar um comentário