ESPAÇO DO LEITOR

Moradora questiona preservação ambiental no terreno da antiga fábrica de piano

Publicado em 05/02/2021 às 15h30

Por Redação 

Uma moradora relatou que fora observado por alguns moradores da região de Pirituba,  a construção de um novo empreendimento imobiliário, na Av. Paula Ferreira, do qual  arrancará inúmeras árvores nativas e exóticas, no antigo terreno da fábrica de pianos da Fritz Dobbert. Ocorre que existe uma colônia de maritacas (além de outros animais), e a compensação ambiental não resolveria e garantiria a preservação da vida delas.

O jornal entrou em contato com a construtora responsável pelo empreendimento e nos enviou uma resposta com o posicionamento:

““A Construtora informa que os condomínios foram licenciados pela Secretaria do Verde e Meio Ambiente de São Paulo, por meio de um Termo de Compromisso Ambiental. A companhia reforça que em compensação à supressão de 140 árvores, a Cury fará o plantio de 148 arvores e doação 138 mudas ao FEMA (Fundo Especial de Meio Ambiente e Desenvolvimento Sustentável), preservará 57 da flora original, além de uma floresta ombrófila, em estágio inicial, com área de 5.148,55². Ainda, a construtora informa que doou uma parte do terreno original para o município de São Paulo, e também uma grande área verde, de 3.143,04m²”.

Imagem do terreno onde será construído apartamentos

Folha Noroeste

Somos o maior prestador da região Noroeste, com mais de 100 mil exemplares impressos a Folha do Noroeste tem se destacado pelo seu comprometimento com a Noticia e tem ajudado a milhares de pessoas a divulgar os problemas do cotidiano de nosso bairro.

Adicione Comentário

Clique aqui para postar um comentário