REGIONAL

Abaixo Assinado pede a reabertura do Parque Orlando Villas Bôas

Área de 55 mil m² não oferece risco humano aos usuários

Publicado às 14h50

Por Cristina Braga

Inconformados com o fechamento do parque municipal Leopoldina – Orlando Villas Bôas, grupo de moradores da região solicita a abertura do local por meio de abaixo-assinado situado à Rua Major Paladino, 300, na Vila Leopoldina, inaugurado em janeiro de 2010 e fechado, por liminar judicial em 2015.

O pedido de fechamento foi feito pelo Ministério Público de São Paulo em 2012, e está com a juíza Celina Toyoshima da 4ª. Vara da Fazenda Pública do Foro Central. A medida de segurança foi tomada devido a suspeitas de contaminação do solo. A área, de 55 mil m², já funcionou uma unidade de tratamento de esgoto da Sabesp por 30 anos.

Segundo Glaucia Prata, presidente do Movimento Popular de Vila Leopoldina fundado em 1992 com o objetivo de encerrar o funcionamento da ex-usina de compostagem, a “ideia é encaminhar até fim de novembro ofícios para o governador do Estado e demais autoridades as assinaturas do abaixo-assinado”. No último dia 8 de outubro expirou o prazo para que a Sabesp entregasse estudo de passivo ambiental à Cetesb. A Companhia de saneamento básico, dona do terreno, pediu mais prazo para entregar os complementos sobre a área possivelmente contaminada. A Cetesb em nota diz que “aguarda a entrega dos estudos e laudos referente ao passivo ambiental da área em questão”.

Assinam o documento do Movimento Popular de Vila Leopoldina, mais de dez entidades de bairro. Para assinar on line clique no link https://www.change.org/p/secretaria-do-verde-e-do-meio-ambiente-reabertura-parque-orlando-villas-b%C3%B4as?recruiter=68857436&utm_source=share_petition&utm_medium=copylink&utm_campaign=share_petition.  A Sabesp já sinalizou que pretende realizar permuta do terreno da Vila Leopoldina com área municipal localizada na Ponte Pequena, na região central da cidade.