REGIONAL

CEUs estão sem técnicos de som e iluminação; unidades da região noroeste seguem abastecidos

Publicado em 21/02, às 11h

Por Priscila Perez

Desde dezembro passado, 37 CEUs (Centros Educacionais Unificados) dos 49 existentes na cidade estão sem técnicos próprios de som e iluminação para os serviços de montagem, operação e manutenção dos equipamentos.

Com o fim dos contratos firmados pela Prefeitura de São Paulo em caráter emergencial – alguns já foram encerrados e outros estão prestes a terminar –, os teatros desses equipamentos estão com sua operação comprometida. Enquanto o processo de licitação não é concluído, os organizadores responsáveis pelas produções culturais são obrigados a fornecer profissionais devidamente registrados e aptos ao trabalho.

Organizadores precisam levar seus próprios profissionais. Foto: Reprodução/UOL.

Na zona noroeste, os CEUs Pêra Marmelo, Perus, Parque Anhanguera, Jaguaré e Vila Atlântica ainda contam com técnicos próprios, mas o contrato está próximo do vencimento. A expectativa é que na próxima terça-feira já não exista mais vínculo (o contrato foi firmado em 30 de agosto de 2019). “Desde o segundo semestre de 2018 a Prefeitura está trabalhando com contratos emergenciais. A nossa estimativa é a de que mais de 100 profissionais serão desligados, considerando os folguistas”, explica Reginaldo Ribeiro, vice-presidente do Sindicato dos Artistas e Técnicos em Espetáculos de Diversões do Estado de São Paulo (Sated).

Um processo licitatório está em andamento para substituir os contratos emergenciais. Segundo a Secretaria Municipal de Educação, “a mudança é uma recomendação dos órgãos de controle, visando o melhor uso do dinheiro público”. “A programação segue ininterrupta nos CEUs”, salienta a pasta.

Folha Noroeste

Somos o maior prestador da região Noroeste, com mais de 100 mil exemplares impressos a Folha do Noroeste tem se destacado pelo seu comprometimento com a Noticia e tem ajudado a milhares de pessoas a divulgar os problemas do cotidiano de nosso bairro.

Adicione Comentário

Clique aqui para postar um comentário