REGIONAL

Covid 19: Parceria leva Beneficência Portuguesa a atender comunidades na Leopoldina

Publicado em 26/5/2020 às 14h

Por Eduardo Fiora ( via Observatório Leopoldina)  

Em meio ao avanço do coronavírus nas favelas de São Paulo, moradores das comunidades Nove, Linha e também do Cingapura Madeirite, na Vila Leopoldina, passam a contar com a assistência de médicos e enfermeiros do Hospital Beneficência Portuguesa (BP).

A ação, possível a partir de um acordo de parceria entre a BP, Instituto Votorantim e Instituto Acaia, tem por objetivo avaliar, orientar e encaminhar os moradores das três comunidades no contexto da pandemia Covid 19.
A equipe médica atenderá de segunda a sábado, das 9h às 15h, numa das salas do Centro Comunitário, espaço localizado no pavimento térreo do Cingapura Madeirite. Todos os cuidados estão sendo tomados, desde a higiene do local até a organização da fila, de modo a não permitir aglomerações e verificar que todos estejam usando máscaras.

O projeto implementado nesta terça-feira, 26, foi batizado de Xô Corona Ceasa e terá duração de 90 dias. A ação faz parte das atividades da Rede Leopoldina Solidária, formada no final de março no contexto da emergência Covid-19 nas populações em situação de vulnerabilidade na Vila Leopoldina.

Foto Divulgação