REGIONAL

Dinas Miguel é destaque na região com mural em homenagem ao Jaraguá; obra exalta a Mata Atlântica e o povo indígena

Publicado em 27/01

Por Cristina Braga

Há quase dois meses, um enorme mural de 30 metros de comprimento tem chamado a atenção de quem passa pela Estrada Turística do Jaraguá. Nele, motivos indígenas fortes e multicoloridos aguçam a visão do pedestre e, também, do motorista. Muita gente para e fotografa. “Eles se sentem representados”, diz o autor do grafite, o artista Dinas Miguel. Segundo ele, a obra é um presente para toda a região, sobretudo para o Jaraguá devido à importância dos guaranis. “Eles estão na nossa terra”, diz com orgulho.

Painel em homenagem ao Jaraguá. Foto: Reprodução.

Miguel tem diversos trabalhos espalhados nos bairros da zona noroeste, em locais como o Espaço Cultural Mocupija, a Biblioteca Brito Broca, Casa da Árvore e Estação Jaraguá da CPTM, onde realizou curadoria em outubro do ano passado, por ocasião do aniversário do bairro. Na época, 50 artistas grafitaram muros no local. Suas pinceladas também puderam ser conferidas em países da América Latina, como Uruguai, Argentina e Chile. Além de artista plástico, Dinas Miguel é idealizador do projeto social “Cultura e Conceito” e arte-educador em instituições socioculturais e ambientais.

Homenagem à região noroeste

A ideia de pintar o mural veio com patrocínio de um supermercado local. “Os moradores se reconhecem neste mural, e os povos indígenas se sentiram representados”, enfatiza. Não há quem passe pelo local e deixe de apreciar a obra do grafiteiro. “A imagem central é a indígena, retratando uma criança da etnia guarani M’bya. Na ponta, há uma onça, que é a guardiã da floresta cuidando da nossa Mata Atlântica, pois estamos dentro do cinturão verde.” Na pintura, ele ainda descreve o Pico do Jaraguá ao entardecer e uma águia, simbolizando “um olhar para o futuro”.

Em 2018, Dinas Miguel recebeu da Câmara Municipal de São Paulo o prêmio Sabotage na categoria “melhor grafiteiro da cidade”. “Foi um reconhecimento do movimento hip-hop às pessoas que se destacaram ao longo daquele ano, e eu tive a graça de ser contemplado pelos trabalhos desenvolvidos na área do grafite”, sublinha. Com uma agenda promissora em 2020, Dinas Miguel reconhece a importância da arte numa cidade como São Paulo. Após realizar um workshop de grafite coletivo na horta comunitária do Capão Redondo, na zona sul, o artista destacou que o trabalho foi realizado por várias mãos e com boas energias. “A felicidade é um bem que se multiplica sendo dividida”, analisa.

Folha Noroeste

Somos o maior prestador da região Noroeste, com mais de 100 mil exemplares impressos a Folha do Noroeste tem se destacado pelo seu comprometimento com a Noticia e tem ajudado a milhares de pessoas a divulgar os problemas do cotidiano de nosso bairro.

Adicione Comentário

Clique aqui para postar um comentário