REGIONAL

Quarentena: Feira de flores na Ceagesp está suspensa por tempo indeterminado

Publicado em 25/03, às 10h20

Por Priscila Perez

Por conta do período de quarentena imposto pelo governo paulista devido à pandemia de coronavírus, a Companhia de Entrepostos e Armazéns Gerais de São Paulo (Ceagesp) anunciou a suspensão da tradicional feira de flores, que ocorre semanalmente no entreposto da Vila Leopoldina, por tempo indeterminado. A decisão também foi acatada pelo Sindicato do Comércio Atacadista de Flores e Plantas (Sincomflores).

feira de flores
Feira de Flores na Ceagesp. Foto: Divulgação.

Antes da crise, a feira movimentava durante a madrugada (de segunda para terça e quinta para sexta) mais de mil toneladas de produtos, entre plantas, flores, gramas e mudas, reunindo um público de até oito mil pessoas, em média. Com a quarentena em vigor, a demanda por flores e plantas, que não são considerados bens essenciais, caiu drasticamente em todo o Estado, atingindo em cheio o setor.

Movimento em baixa na Ceagesp

Apesar de reunir produtos essenciais, a maior central de abastecimento da América Latina foi fortemente impactada pelo surto de coronavírus. Na última semana, os permissionários que atuam no entreposto registraram queda de cerca de 60% nas vendas.

 

Folha Noroeste

Somos o maior prestador da região Noroeste, com mais de 100 mil exemplares impressos a Folha do Noroeste tem se destacado pelo seu comprometimento com a Noticia e tem ajudado a milhares de pessoas a divulgar os problemas do cotidiano de nosso bairro.

Adicione Comentário

Clique aqui para postar um comentário