REGIONAL

Futuro parque tecnológico na Leopoldina ganha novo estudo

Publicado em 27/7/2020 às 9h40

Por Eduardo Fiora ( Observatório Leopoldina)

 

A Fundação de Amparo à Pesquisa do Estado de São Paulo (Fapesp), com sede na Rua PIO XI, já tem em mãos o estudo de modelagem econômica de transformação do terreno da Ceagesp na Avenida Gastão Vidigal em Centro Internacional de Tecnologia e Informação (Citi), proposto pelo governo João Doria.

O trabalho é de autoria da Fundação Instituto de Pesquisas Econômicas (Fipe), organização de direito privado que dá apoio  ao Departamento de Economia da Faculdade de Economia, Administração e Contabilidade da Universidade de São Paulo.A Secretaria de Desatização do Ministério da Fazenda ,num acordo selado no ano passado  com o governo do Estado de São Paulo, concordou em deixar de fora do processo de leilão de empresas estatais o terreno da Ceagesp na Leopoldina.

Dessa forma, a área federal de 700 mil metros quadrados na Gastão Vidigal seria preservada como ativo da União a fazer parte do Citi, construído e administrado pela iniciativa privada. A saída da Ceagesp da Leopoldina é uma novela que se arrasta há décadas. No capítulo atual, o governo do Estado de São Paulo abriu, neste mês, chamamento para que empresas interessadas na construção de novos entrepostos às margens das rodovias estaduais apresentem seus projetos.

Uma vez concretizada a construção e operacionalização de novos entrepostos, a operação Ceagesp na Leopoldina seria desativada. Ao assinar o acordo com o governo federal em outubro de 2019, o governador João Doria afirmou que a desativação do entreposto seria viável num prazo de cinco anos.