REGIONAL

Governo Doria estende caducidade da Linha 6- Laranja do Metrô para 7 de Julho

Publicado em 01/7/2020 às 11h43

Por Cristina Braga

Segundo decreto publicado nesta terça, 30, no Diário Oficial, a caducidade do contrato de concessão da Linha 6-Laranja do Metrô foi adiada para dia 7 de julho, próxima terça feira. Este é o sexto adiamento do decreto este ano para que a empresa espanhola Acciona possa entrar em um acordo com o Consórcio Move São Paulo. A concessionária tem como sócios as construtoras Odebrecht, Queiroz Galvão e UTC.

A concessão tem um prazo de 25 anos dos quais seis são reservados para sua construção, mas é possível adiantar a entrega para obter mais tempo de de operação e consequentemente de receita financeira. As obras estão paradas desde 02 de setembro de 2016. O anúncio de que a Acciona assumiria o contrato foi feito em 07 de fevereiro de 2020 pelo governador de São Paulo, João Doria, e pelo secretário dos Transportes Metropolitanos, Alexandre Baldy.A construtora espanhola chegou a dar passos importantes para assumir o projeto, de 15,3 km e 15 estações e potencial de transportar diariamente mais de 630 mil pessoas.

Os investimentos totais da linha são de mais de R$ 12 bilhões, segundo Baldy. O governo será responsável por 50% dos investimentos, segundo o secretário.O Governo do Estado tem disponível junto ao BNDES – Banco Nacional de Desenvolvimento Econômico e Social em torno de R$ 1,7 bilhão em financiamentos.