REGIONAL

Jucesp fecha 2019 com nova sede na Lapa e recorde de abertura de empresas

Publicado em 27/12, às 9h50

Por Priscila Perez

A Junta Comercial de São Paulo tem muito o que comemorar. Além da nova sede na Lapa, inaugurada em julho no antigo prédio da Estação Ciência, a Jucesp fechará 2019 ostentando um recorde positivo para a economia paulista: a abertura de 222.699 empresas. A informação é da Secretaria de Desenvolvimento Econômico do Estado.

Nova sede da entidade na Lapa. Foto: Gildson di Souza/Secom

Durante a inauguração do novo espaço na Rua Guaicurus, o governador João Doria prometeu modernizar o sistema e permitir a abertura de empresas de baixo risco – enquadradas como EI (empresário individual), Eireli (empresa individual de responsabilidade limitada) e LTDA (Sociedade Limitada) – em 24 horas. No início deste ano, a média era de quatro dias. Agora, cinco meses depois, o prazo ficou ainda menor. Em menos de um dia é possível abrir um novo negócio na capital. A expectativa é igualmente positiva para o futuro: até 2022, a previsão é realizar todo o procedimento em apenas três horas.

Considerada a maior junta comercial do país, a Jucesp representa mais de 40% do volume de operações com abertura, fechamento e alterações societárias de empresas no Brasil.

Foto: Gildson di Souza/Secom.
Espaço mais moderno

As novas instalações e os processos passaram por um redesenho completo, que inclui digitalização, melhoria e otimização, transformando a Jucesp no “Poupatempo” do empresariado paulista.

A Junta Comercial também vai oferecer a chamada “certificação digital”, uma espécie de assinatura eletrônica com validade jurídica, para garantir proteção às transações e serviços online. A ideia é que pessoas físicas e jurídicas se identifiquem e assinem digitalmente, de qualquer lugar do mundo, com mais segurança e agilidade.

Folha Noroeste

Somos o maior prestador da região Noroeste, com mais de 100 mil exemplares impressos a Folha do Noroeste tem se destacado pelo seu comprometimento com a Noticia e tem ajudado a milhares de pessoas a divulgar os problemas do cotidiano de nosso bairro.

Adicione Comentário

Clique aqui para postar um comentário