REGIONAL

LEOPOLDINA: Cinemateca que pegou fogo tinha liberação dos Bombeiros

Publicado em 30/07/2021 às 09h30

Via G1

Secretaria Especial da Cultura, pasta do governo federal administra local que armazenava acervo histórico de filmes. Não houve vítimas. Fogo começou em ar-condicionado de sala que fica no 1º andar. Local tinha AVCB, mas MPF havia alertado sobre risco de incêndio 9 dias antes.

Polícia Civil investiga as causas e eventuais responsabilidades pelo incêndio que atingiu o galpão da Cinemateca Brasileira, na Vila Leopoldina, Zona Oeste de São Paulo, no início da noite de quinta-feira (29). A Polícia Federal (PF) também irá apurar o caso, segundo a Secretaria Especial da Cultura, pasta do governo federal responsável por administrar o local. Não houve vítimas.

Segundo a Secretaria da Segurança Pública (SSP), antes de ser atingido pelas chamas, o local estava regularizado e possuía certificação dos Bombeiros, o chamado Auto de Vistoria do Corpo de Bombeiros (AVCB). A corporação atestou no documento que o prédio possuía todas as condições de segurança contra incêndio e pânico, previstas na legislação.

Mas em audiência realizada no último dia 20, o Ministério Público Federal em São Paulo (MPF-SP) já havia emitido outro documento para alertar o governo federal, responsável pela Cinemateca, para o risco de incêndio no local. O incêndio ocorreu nove dias depois.

Foto: Reprodução/site Agência Brasil

Folha Noroeste

Somos o maior prestador da região Noroeste, com mais de 100 mil exemplares impressos a Folha do Noroeste tem se destacado pelo seu comprometimento com a Noticia e tem ajudado a milhares de pessoas a divulgar os problemas do cotidiano de nosso bairro.

Adicione Comentário

Clique aqui para postar um comentário