REGIONAL

Luiza Erundina e Daniel Cara falam sobre Educação e Democracia em Pirituba

Cientista político falou sobre os grandes perigos da atualidade que ameaçam a qualidade do ensino no Brasil

Publicado às 11h40

Por Gabriel Cabral

O Instituto Federal de São Paulo – Campus Pirituba recebeu na última sexta-feira, 9, aula magna com a presença da deputada federal Luiza Erundina (PSOL) e o educador e cientista político Daniel Cara. Os dois vieram para falar sobre Educação e Democracia na atualidade. Assim que foi apresentada, a parlamentar foi altamente aplaudida pelo público, em grande parte formado por estudantes do próprio instituto, que inaugurou recentemente seus cursos de graduação.

Em seu primeiro momento de fala, Erundina relembrou seus tempos de prefeita de São Paulo (eleita em 1989), quando nomeou o educador Paulo Freire como secretário de Educação da cidade. Ela também falou da atualidade e do “momento delicado” pelo qual o Brasil passa. Parabenizou e enalteceu o poder das mulheres, mas lamentou a falta de representatividade feminina na política nacional. No fim do evento, ela e Cara responderam perguntas do público.

Daniel, graduado em Ciências Sociais pela Universidade de São Paulo (USP), mestre em Ciência Política (USP) e doutorando em Educação (USP), membro do Fórum Nacional de Educação e coordenador geral da Campanha Nacional pelo Direito à Educação.

O cientista político nasceu em Pirituba, na Zona Noroeste da capital, e também viveu no Jaraguá. Contou sobre sua vida na região e comemorou a presença de um instituo federal no bairro.

“Projeto”

“A crise da educação no Brasil não é uma crise; é um projeto”, parafraseou Cara sobre a afirmação de Darcy Ribeiro, um importante antropólogo, escritor e cientista brasileiro que lutou pela educação no país e pelos índios. Também falou sobre outros grandes nomes da educação na história do Brasil. “Paulo Freire foi o maior educador do século XX e já é, também, o maior do século XXI por tudo o que ele trouxe”, elogiou. O pernambucano faleceu em 1997. O palestrante da noite também teceu elogios à gestão de Erundina e ressaltou os ganhos da Zona Noroeste durante sua administração. “Só para quem morava nesta região da cidade sabe o que foi Luiza Erundina como prefeita de São Paulo. Pirituba, Jaraguá e Perus tem muito a agradecer.” Segundo ele, muitas ruas dos bairros foram asfaltadas pela prefeitura na época.

Daniel Cara não economizou críticas quando falou de Michel Temer (PMDB) e de seus projetos para a educação nacional, como a reforma do ensino médio. Relembrou que o presidente do país é o mais impopular da história. Para o educador, o liberalismo e o ultraconservadorismo são desafios da atualidade no país, inclusive pela força que muitos jovens têm dado a estes movimentos, a exemplo do Movimento Brasil Livre (MBL).

Recomendou o livro “Os inimigos íntimos da democracia”, de Tzvetan Todorov, e refletiu sobre a possibilidade de retomada de regimes autoritários, como o militar, o fim da democracia e a ascensão de movimentos machistas, racistas e homofóbicos. Relembrou a importância das lutas sociais, como o da mulher no direito ao voto e trouxe a comparação entre a educação finlandesa e a sul coreana, ambas reconhecidas como as melhores do mundo. Também comparou a educação de outros países com o Brasil, dos problemas às qualidades.

Folha Noroeste

Somos o maior prestador da região Noroeste, com mais de 100 mil exemplares impressos a Folha do Noroeste tem se destacado pelo seu comprometimento com a Noticia e tem ajudado a milhares de pessoas a divulgar os problemas do cotidiano de nosso bairro.

Adicione Comentário

Clique aqui para postar um comentário