REGIONAL

Pirituba ganha unidade de pronto atendimento anexa ao hospital

Publicado em 17/10, às 10h40

Por Cristina Braga

Na manhã da última segunda, dia 14, o prefeito Bruno Covas (PSDB) descerrou a placa de inauguração da UPA Pirituba (Unidade de Pronto Atendimento), muito aguardada pela comunidade – e que estava prevista para 2016. O público lotou a solenidade. Entre os presentes estavam os vereadores Eliseu Gabriel (PSB), Fábio Riva (PSDB) e Paulo Frange (PTB).

UPA Pirituba. Foto: Divulgação/Prefeitura de SP.

Segundo a Prefeitura, este novo equipamento vai qualificar ainda mais o atendimento do Pronto-Socorro do Hospital Municipal José Soares Hungria, uma vez que irá absorver boa parte dos casos de baixa e média complexidade. O modelo de internação obedece ao prazo máximo de 24 horas. Depois disso, o paciente da UPA é encaminhado para hospitais tradicionais.

UPA em detalhes

Ao todo, foram investidos R$ 10.862.232,14. A unidade será gerenciada pela organização social Associação Paulista para o Desenvolvimento da Medicina (SPDM) e receberá repasse mensal da administração pública de R$ 3.720.484,61.

No local, os usuários terão à disposição sala de gesso, medicamentos, além de serviços de raio-x e eletrocardiografia. Num terreno de 4.400 m², a unidade contará com 31 leitos, sendo 16 de observação adulto, sete de observação infantil, seis leitos de emergência e dois de isolamento. Mensalmente, a UPA Pirituba poderá efetuar até 22 mil atendimentos. O supervisor de Saúde de Pirituba/Jaraguá Wagner Fracini ressaltou que “também haverá atendimento de psiquiatria, uma grande novidade para o território, e odontologia 24 horas”.

“A UPA é o mais importante equipamento de saúde porque ela fica entre toda a atenção primária e a hospitalização, ‘conectada’ ao SAMU, e essa é a primeira da zona norte. Tem 150 médicos contratados, 43 dentistas e 81 salas”, destaca o vereador Paulo Frange. Já Edson Aparecido, secretário municipal da Saúde, salientou que mais inaugurações devem ocorrer, como a da UPA Perus. “Devemos iniciar a construção da UPA City Jaraguá em janeiro.”

Segundo ele, serão 150 reformas em unidades de saúde com recursos do BID (Banco Interamericano de Desenvolvimento), totalizando R$ 800 milhões (metade contrapartida da Prefeitura). Consta nesse pacote o PS da Lapa (ainda em dezembro). Para a reforma do Pronto-Socorro do Hospital de Pirituba, há recursos oriundos da Caixa Econômica Federal na ordem de R$ 17 milhões. “A licitação já está sendo feita para a empresa que irá erguer a obra.”

Novidades

Covas ressalta que a UPA Pirituba vai desafogar o hospital, “onde também serão resolvidos vários problemas de instalação”. A zona noroeste, inclusive, deverá receber mais duas UPAs ainda este ano, e a intenção é entregar mais três em 2020. Com relação ao Hospital Sorocabana, na Lapa, fechado desde 2010, o prefeito disse que está resolvendo uma questão fundiária com o Estado “para assumir a unidade e iniciar a obra”, destacou o prefeito.

Folha Noroeste

Somos o maior prestador da região Noroeste, com mais de 100 mil exemplares impressos a Folha do Noroeste tem se destacado pelo seu comprometimento com a Noticia e tem ajudado a milhares de pessoas a divulgar os problemas do cotidiano de nosso bairro.

Adicione Comentário

Clique aqui para postar um comentário