REGIONAL

Ponte da Raimundo: CET e SPObras prometem estudo de semáforo e retorno para supermercado

Publicado às 8h40

Por Cristina Braga

Por iniciativa do vereador Eliseu Gabriel (PSB), integrantes da CET e da SPOBRAS se reuniram no último dia 23, juntamente com o diretor do Supermercado Pastorinho, João Luís da Silva, e o engenheiro da loja, Francisco Manuel Vieira, para discutirem sobre a possível criação de um novo acesso ao comércio, como parte do projeto da Ponte da Raimundo.

Vieira relatou que “entradas, saídas e cabine primária” foram resolvidas dentro da obra, mas reivindicou que fosse criado um retorno mais próximo ao supermercado para os motoristas que chegam da Lapa, já que o acesso seria apenas na altura da MRV. “Poderemos ter perda de faturamento por não proporcionar conforto maior para o nosso cliente”, explicou.

Eliseu Gabriel ponderou ainda que o afunilamento da Avenida Raimundo Pereira de Magalhães até o Jardim Felicidade necessita de um estudo específico dos órgãos competentes. “Há um grande congestionamento diário nesse trecho, alguma coisa urgente precisa ser feita”, alerta o vereador.

“Muitos alvarás foram concedidos para a construção de novos empreendimentos, sem mexer no viário, dificultando o acesso a esses condomínios”, endossa o diretor do Supermercado Pastorinho. A CET e a SPObras vão realizar um estudo que contemple o estabelecimento para avaliar a possibilidade de implantar o retorno solicitado, além de um semáforo, na altura do condomínio Village, que – em parte – ganhará desapropriações devido às obras da ponte.

Supermercado Pastorinho e Tietê Plaza Shopping dentro do projeto da Ponte da Raimundo. Foto: Reprodução.

Do outro lado: Vila Anastácio

Segundo a SPObras, os moradores dos condomínios na Vila Anastácio poderão fazer o contorno de quadra na Rua Fortunato Ferraz e acessar os prédios por trás, entre as ruas do bairro, conforme explicado nas apresentações exibidas nas últimas audiências públicas. A Prefeitura destacou ainda que a via em questão vai passar por melhorias de pavimentação. “O córrego, que leva o mesmo nome da rua, deve aliviar, em parte, os problemas de alagamentos no bairro”, afirmou o órgão.

 

Folha Noroeste

Somos o maior prestador da região Noroeste, com mais de 100 mil exemplares impressos a Folha do Noroeste tem se destacado pelo seu comprometimento com a Noticia e tem ajudado a milhares de pessoas a divulgar os problemas do cotidiano de nosso bairro.

Adicione Comentário

Clique aqui para postar um comentário