REGIONAL

Prefeitura de SP lança chamamento público para aproveitamento de espaços livres em viadutos na Lapa e Pompeia

Projeto piloto quer receber sugestões de uso de pessoas e empresas para três viadutos da Zona Oeste

Publicado às 10h55

G1 São Paulo

A Prefeitura de São Paulo lançou um chamamento público para que pessoas e empresas participem com sugestões de aproveitamento dos viadutos da cidade.

Segundo a administração municipal, existem mais de 50 viadutos ou conjuntos de viadutos que podem ser usados.

“A ideia é ir avançando com esse projeto para outros viadutos e aí sim negociar eventuais mudanças, desocupações. Mas, nesse momento, isso não vai implicar em nenhuma desocupação ou mudança de uso. Nós temos muita área livre, lugares nobres com muito trânsito. Pode ficar muito bacana do que deixar o baixo do viaduto do jeito que está”, afirma Wilson Point, secretário de desestatização e parcerias.

Atualmente, alguns têm usos mais nobres. São endereços de escolas de samba, como a atual bi-campeã, a Acadêmicos do Tatuapé, que fica embaixo de um viaduto na Rua Melo Peixoto, no Tatuapé, na Zona Leste.

A gestão municipal quer criar um projeto para ocupar esses espaços. A primeira fase do processo vai receber sugestões para o uso.

Viaduto Antártica. Foto: Paulo Guilherme/G1

Três viadutos na região da Lapa, na Zona Oeste, foram escolhidos para o projeto piloto. Os viadutos Antártica, Lapa e Pompeia.

O viaduto Pompeia está vazio, tem só uma cerca protegendo o vão livre. O Antártica também está livre de um lado da Avenida Francisco Matarazzo. Tem seis mil metros quadrados disponíveis.

Do outro lado há uma escola de samba e um ecoponto. E, embaixo do viaduto da Lapa, uma quadra de esportes e um comércio.

De acordo com a Prefeitura, tudo o que funciona com autorização vai continuar no mesmo lugar. Mas as sugestões para o novo projeto – que ocupará as áreas vazias – precisam seguir regras diferentes.

O que for instalado tem que manter o acesso livre para a população e não pode atrapalhar a circulação. Terá, ainda, que ter investimento pequeno e manutenção barata. E prever o uso comercial da área.

Folha Noroeste

Somos o maior prestador da região Noroeste, com mais de 100 mil exemplares impressos a Folha do Noroeste tem se destacado pelo seu comprometimento com a Noticia e tem ajudado a milhares de pessoas a divulgar os problemas do cotidiano de nosso bairro.

Adicione Comentário

Clique aqui para postar um comentário