REGIONAL

Profissionais de saúde da região noroeste são homenageados com Prêmio Cidade de São Paulo

Publicado em 09/04/2021 às 09h

Por Redação/Cidade de São Paulo 

Há mais de um ano, quando foi decretada a pandemia de Covid-19, os profissionais da saúde assumiram um papel fundamental no enfrentamento e combate à doença. Foram alçados à posição de heróis, num reconhecimento ao trabalho de salvar e preservar vidas.

Essa atuação dedicada vem rendendo inúmeras homenagens, como o Prêmio Cidade de São Paulo, entregue nesta quarta-feira (7) pela Prefeitura a 17 profissionais de saúde que atuam ou atuaram na rede de saúde do município no combate à pandemia.

A cerimônia aconteceu de forma virtual, com a participação do prefeito, Bruno Covas, e do secretário municipal da Saúde, Edson Aparecido. Os trabalhadores receberam medalha de honra e certificados. Como parte da homenagem, a Secretaria Municipal de Cultura fará uma série de projeções de fotografias desses profissionais em prédios e fachadas da capital. As projeções começam nesta quarta-feira e vão até a próxima sexta-feira (9).

Conheça a seguir os homenageados da região Noroeste:

MARIA ELIANA BONVICCINI QUIARATTI (Hospital Dr. José Soares Hungria) – Profissional da Atenção Hospitalar

Formada em enfermagem há 29 anos, especialista em saúde coletiva e com mestrado em centro cirúrgico, Maria Eliana Bonviccini Quiaratti se aposentou no serviço estadual em 2018, depois de 20 anos no Hospital Geral de Taipas. Desde 1996, ela trabalha no hospital Dr. José Soares Hungria atuando em emergência e cirurgias. Quando a pandemia começou, ela estava na supervisão dos plantões noturnos. Tudo era difícil, desconhecido e desafiador. No fim de abril, ela pegou Covid e ficou 29 dias internada, sendo 14 dias intubada. Foi ao coma sem saber se voltaria. Voltou. Dois meses depois, ainda debilitada, retornou ao trabalho no hospital para salvar mais vidas.

LEANNDRU GUILHERME PIRES REIS SUSSMANN – profissional da Atenção Básica

Escutar e se fazer ouvir. A pandemia mudou os formatos terapêuticos do psicólogo Leanndru Guilherme Pires Reis Sussmann. Aos 34 anos, em junho ele completa sete anos na rede e ficou por mais de seis na UBS Jd. Julieta. Desde novembro está no Caps Infantojuvenil. No início da quarentena, ele e um educador físico faziam visitas no portão dos idosos do território. Depois, foi para o hospital Pirituba como voluntário para atender pacientes, familiares e funcionários. Os trabalhadores recebiam sessões de escuta terapêutica, auriculoterapia e yoga. Os pacientes, mesmo os sedados, eram impactados positivamente com músicas e áudios de familiares que, por sua vez, recebiam em chamadas de vídeo o acolhimento necessário.

Folha Noroeste

Somos o maior prestador da região Noroeste, com mais de 100 mil exemplares impressos a Folha do Noroeste tem se destacado pelo seu comprometimento com a Noticia e tem ajudado a milhares de pessoas a divulgar os problemas do cotidiano de nosso bairro.

Comentário

Clique aqui para postar um comentário