REGIONAL

Subprefeituras Lapa e Pirituba/Jaraguá estão entre as mais “reclamadas” de 2019

Publicado em 25/11, às 9h30

Por Priscila Perez

A região noroeste está representada no ranking de subprefeituras mais demandadas pelos munícipes em 2019. De acordo a Ouvidoria Geral da Prefeitura de São Paulo, as regionais de Pirituba/Jaraguá e Lapa estão entre as dez que mais receberam reclamações neste ano. Vale lembrar que as reclamações são registradas neste canal após o problema não ter sido resolvido pela Central de Atendimento 156. Em toda a capital, houve um aumento de 17,5% no número de queixas em comparação ao mesmo período do ano passado.

Poda de árvore; Foto: Divulgação.
Pirituba

Em oitavo lugar está a Subprefeitura Pirituba/Jaraguá, com 519 reclamações registradas na Ouvidoria nos últimos dez meses. Só em outubro, 55 queixas chegaram ao canal por não terem sido resolvidos em “primeira instância”. Por aqui, as demandas mais comuns são: buraco e pavimentação (11,6%), poda de árvore (5%), qualidade do atendimento (2,8%), calçadas, guias e postes (2,2%), drenagem de água da chuva (2,2%) e veículos abandonados (1,7%). Ou seja, questões puramente de zeladoria – algo essencial à manutenção do bairro.

Lapa e região

A Sub Lapa, por sua vez, ocupa o décimo lugar com 506 reclamações contabilizadas pela Ouvidoria. Segundo o relatório, a média é de 51 queixas por mês. O ápice de demandas foi registrado em agosto, com 64 problemas relatados ao canal. Em outubro, foram mais 60 queixas que chegaram à Ouvidoria da Prefeitura.

Como a regional abrange bairros bastante arborizados como Lapa, Perdizes e Pompeia, o serviço de poda é o mais reclamado pelo munícipe – correspondendo a 10,8% das queixas. Em seguida, são relatados os seguintes problemas: abandono de veículos (4,8%), calçadas, guias e postes (3,6%), qualidade de atendimento (3%), estabelecimentos comerciais, indústrias e serviços (2,4%), poluição sonora (2,4%), buraco e pavimentação (1,2%).

Buraco em pista de caminhada na zona norte. Foto: Rivaldo Gomes/Folhapress.
Questões mal resolvidas

Outro dado interessante diz respeito às demandas indeferidas pela Prefeitura. A cada cem reclamações, 48 são indeferidas. Isso significa, na prática, que as equipes analisam o caso, vistoriam o local e descartam a necessidade do serviço. Do lado da Prefeitura, a questão é tida como resolvida, e o cidadão fica sem resposta.

Questionada sobre o número de reclamações, a Prefeitura de São Paulo destaca que a rede de atendimento da Ouvidoria Geral do Município tem sido ampliada desde o ano passado. Mudanças administrativas contribuíram para a eficiência do serviço, que também foi descentralizado. “Estas estratégias contribuíram para que mais cidadãos fossem ouvidos, pudessem ter sua reclamação registrada e, posteriormente, tivessem sua demanda resolvida”, disse em nota.

Folha Noroeste

Somos o maior prestador da região Noroeste, com mais de 100 mil exemplares impressos a Folha do Noroeste tem se destacado pelo seu comprometimento com a Noticia e tem ajudado a milhares de pessoas a divulgar os problemas do cotidiano de nosso bairro.

Adicione Comentário

Clique aqui para postar um comentário