REGIONAL

Túnel da Stéfano Mauser ganha estudo para implantação de semáforo

Publicado às 8h30

Por Cristina Braga

Desde que a Estrada de Ferro Santos-Jundiaí foi fundada, em 1867, os túneis que se formaram embaixo da linha férrea foram se tornando obsoletos diante de uma cidade em ascensão. O volume de carros aumentou, e essas passagens não foram alargadas nem modernizadas ao longo da história.

Espaço estreito e centenário debaixo da ferrovia oferece perigos constante a motoristas e pedestres

Na zona noroeste, temos alguns exemplos espalhados pela região, principalmente nos locais por onde passam os trilhos da CPTM. No Jaraguá, na Avenida Dr. Felipe Pinel, o túnel que dá acesso às ruas do bairro já teve inúmeros acidentes por ser estreito e sem margem de visão para o motorista que está do outro lado, à espera da travessia. Apertado, ele coloca também em risco a vida de pedestres e ciclistas. Outro exemplo é na Avenida Stéfano Mauser, em frente ao condomínio Recanto City Anastácio, com 3,3 metros de altura.

Semáforos urgentes

Segundo o empresário piritubano Flogêncio Ribeiro de Novais, “a CET deveria, no mínimo, implantar um semáforo no local”. “Já vi diversos acidentes. Inclusive, um deles aconteceu há um mês, porque ninguém espera o outro [motorista]”, acrescenta. Vilebaldo Garcia, morador do condomínio, conta que o ideal, além do farol, seria o alargamento. “Acontecem ali acidentes, filas e brigas.” Em função disso, o vereador Eliseu Gabriel (PSB) enviou ofício, no último dia 24, à CET solicitando estudo para a implantação de semáforo naquela área.

Túnel da Stéfano Mauser, na altura do número 431. Foto: Street View.

Lapa

A passagem inferior na Vila Anastácio, que tem 3,2 metros de altura, perto do 21º Depósito de Suprimento do Exército, ganhou um estudo de alargamento por conta da segunda fase das obras da Ponte da Raimundo. Mas é bom frisar que lá sempre existiu um farol.

Passagem próxima ao 21º Depósito de Suprimento do Exército. Foto: Street View.

 

Folha Noroeste

Somos o maior prestador da região Noroeste, com mais de 100 mil exemplares impressos a Folha do Noroeste tem se destacado pelo seu comprometimento com a Noticia e tem ajudado a milhares de pessoas a divulgar os problemas do cotidiano de nosso bairro.

Adicione Comentário

Clique aqui para postar um comentário