REGIONAL

Vistoria do TCE identifica problemas nos hospitais de Taipas e Vila Penteado

Publicado em 29/11, às 10h

Por Priscila Perez

A vistoria realizada pelo Tribunal de Contas do Estado (TCE) em 299 unidades de saúde de São Paulo na última terça, 26 de novembro, colocou em xeque a qualidade do atendimento prestado à população em dois importantes hospitais da zona noroeste. Durante a megaoperação, os agentes do TCE encontraram problemas no Hospital Geral de Taipas, como noticiamos esta semana, e também no Hospital Geral de Vila Penteado.

Em Taipas, a conservação do mobiliário hospitalar chamou a atenção dos vistores. Móveis, macas e camas cirúrgicas foram encontrados em uma área exposta ao tempo, jogados no chão, sem qualquer uso. A sala de espera não tem ventilação adequada e conta apenas com um mero ventilador, incapaz de refrescar o ambiente em dias quentes. Um tomógrafo está quebrado, assim como o piso da cozinha. A desinsetização também está vencida. E, para piorar, os pacientes aguardam em macas nos corredores.

Hospital Geral de Taipas. Foto: Reprodução/HGT.
Camas abandonadas no Hospital Geral de Taipas. Foto: TCE/Divulgação.
Cozinha em Taipas. Foto: TCE/Divulgação.

A situação é um pouco melhor no Hospital Geral de Vila Penteado, onde foram verificados problemas pontuais como banheiros sem sabonete e papel higiênico, além da cozinha sem vedação nas janelas. Porém, o teto apresenta mofo e a desinsetização está vencida.

Itens vistoriados

A operação fiscalizou fatores como qualidade do atendimento, satisfação do usuário, presença de médicos, enfermeiros e profissionais de saúde, condições de armazenamento de medicamentos, condições físicas (limpeza, acessibilidade e conforto) e de equipamentos, além do descarte correto de resíduos hospitalares.

Os dados gerais do TCE, ainda preliminares, podem ser consultados aqui.

Folha Noroeste

Somos o maior prestador da região Noroeste, com mais de 100 mil exemplares impressos a Folha do Noroeste tem se destacado pelo seu comprometimento com a Noticia e tem ajudado a milhares de pessoas a divulgar os problemas do cotidiano de nosso bairro.

Adicione Comentário

Clique aqui para postar um comentário