SAÚDE

Anvisa autoriza a importação de matéria-prima para Coronavac

Publicada em 29/10/2020 às 11h17

Por Cristina Braga

A Agência Nacional de Vigilância Sanitária (Anvisa) anunciou, nesta quarta-feira, 28, que autorizou o Instituto Butantã a importar em caráter excepcional a matéria-prima para a produção de 40 milhões de doses da Coronavac, vacina contra a covid-19 desenvolvida pela farmacêutica chinesa Sinovac em parceria com o instituto brasileiro.

O Butantã disse ter entrado com o pedido de importação no final de setembro.No dia 23 de outubro, foi liberada a importação de 6 milhões de doses da Coronavac já prontas, mas a Anvisa afirmou que precisava de informações complementares para liberar também a importação da matéria-prima necessárias para a fabricação das demais unidades. A Anvisa destacou ainda que a utilização da vacina ficará condicionada à obtenção de seu registro sanitário.

junto à agência.