SAÚDE

Escolas públicas e particulares cobram carteira de vacinação atualizada em São Paulo

Publicado em 20/01, às 10h30

Por Priscila Perez

Com o reaparecimento de doenças erradicadas, como o próprio sarampo, a Prefeitura de São Paulo passou a acompanhar de perto a carteirinha de vacinação das crianças matriculadas na educação infantil, tanto em creches quanto na pré-escola.

Campanha de vacinação tem sido intensificada nas escolas. Foto: Marcelo Camargo/Agência Brasil,

Além da inspeção anual, que acontece em agosto, a Prefeitura tem impedido a realização da matrícula/rematrícula caso a carteirinha esteja desatualizada, obrigando os pais a imunizarem seus filhos. Para este ano, outra ação junto aos pequenos estudantes está prevista com o objetivo de ampliar a cobertura vacinal na capital paulista: as escolas da rede municipal receberão a visita de agentes das Unidades Básicas de Saúde (UBSs) no primeiro dia de aula – 5 de fevereiro. A intenção é conscientizar as famílias sobre a importância da vacinação.

Segundo a Prefeitura, trata-se de uma busca ativa para atualização da caderneta. Para se ter ideia, em 2019, a adesão à vacina contra a poliomielite, doença altamente infecciosa e que atinge, principalmente, crianças menores de cinco anos, foi de 86,39%. Ou seja, apesar da campanha constante junto à população, ainda há famílias que deixam de vacinar seus filhos. A paralisia infantil teve seu último caso registrado no Brasil em 1989, na cidade de Souza/PB. “Temos que ficar em alerta, pois a poliomielite não foi erradicada. Se não intensificarmos a vacinação, podemos ter novos casos”, alerta Lessandra Michelin, coordenadora do Comitê de Imunizações da Sociedade Brasileira de Infectologia.

Assim como na rede pública, a campanha nas escolas particulares também foi intensificada para que todos os alunos estejam com a carteirinha em dia. “A gente tem orientado as famílias e algumas unidades, que têm serviços médicos, fazem a campanha dentro da escola”, conta Benjamin Ribeiro da Silva, presidente do Sindicato dos Estabelecimentos de Ensino no Estado de São Paulo (SIEEESP). Mensagens são enviadas aos pais sobre a importância da vacinação.

Folha Noroeste

Somos o maior prestador da região Noroeste, com mais de 100 mil exemplares impressos a Folha do Noroeste tem se destacado pelo seu comprometimento com a Noticia e tem ajudado a milhares de pessoas a divulgar os problemas do cotidiano de nosso bairro.

Adicione Comentário

Clique aqui para postar um comentário