GASTRONOMIA

Perdizes: Pratos franceses clássicos e descomplicados valorizam o Restaurant Week em bistrô

Lapin é uma ótima opção para quem quer aproveitar os últimos dias de evento

Publicado às 13h30

Por Gabriel Cabral

Em uma esquina movimentada de Perdizes, próximo à Avenida Sumaré, vive um charmoso bistrô que conquista e aproxima muitos paulistanos da culinária francesa. A chef Rubia Coutinho é quem comanda a cozinha do Lapin Café Et Bistrot, que é uma ótima opção para quem deseja curtir os últimos dias de Restaurant Week em São Paulo. O evento vai até domingo, 29, e oferece menus completos (entrada, prato principal e sobremesa) a preço fixo, sendo R$46,90 (almoço) e R$58,90 (jantar).

Rubia contou à Folha Noroeste que o restaurante surgiu há quatro anos com o intuito de trazer pratos franceses descomplicados. Ela explica que se come no Lapin como “se come na França”. São combinações elaboradas, mas que, ao mesmo tempo, relembram que a cozinha francesa também é acessível e para o dia a dia. “Por isso, para o Restaurant Week, trouxemos uma salada mais elaborada e um prato bem clássico de entrada, como é o Terrine de Campagne, presente em todos os restaurantes franceses, cada um com suas variações, é claro”, disse.

Para o cardápio do almoço do festival, a chef trouxe de entrada salada de folhas mistas com gorgonzola & frutos secos ou Crème Dubarry (creme de couve-flor), no prato principal Emince de alcatra ao molho mostarda e batata frita ou Papilotte Saint Peter com legumes e molho de ervas. Na sobremesa, mousse de chocolate ao leite e calda de chocolate amargo ou Verrine de frutas da estação. Para o jantar, de entrada, salada de folhas mistas com gorgonzola & frutos secos ou Terrine de Campagne, já para o principal filé mignon ao molho bordelaise e batata rústica ou Saint Peter grelhado com risoto de limão siciliano e de sobremesa mousse de chocolate ao leite e calda de chocolate amargo ou waffle com calda de frutas vermelhas e sorvete de baunilha.

Segunda ela, os pratos estão saindo igualmente. Nos dias quentes, os peixes são os mais pedidos, enquanto que, nos dias mais frios, as carnes vermelhas, como o incrível filé mignon ao molho bordelaise e batata rústica, fazem grande sucesso. “No meio das refeições, as pessoas trocam os pratos”, explica ela, que elabora o cardápio do evento pensando nestas trocas comuns entre os clientes. A chef se utiliza deste momento “novo” e oferece aos seus clientes pratos que contém ingredientes que estão presentes em todo o cardápio comum do bistrô, estratégia que permite aos clientes conhecer a identidade do Lapin.

Fora da cozinha

Mesmo fora da cozinha, Rubia não para de pensar em comida e nos novos pratos de seu bistrô. “Em comida, a gente pensa 24 horas.” Segundo ela, durante os almoços em família ou até em meio a uma conversa qualquer ideias surgem. “Ando com cadernos e bloquinhos dentro da bolsa. Posso estar conversando com uma pessoa, penso em algo e faço uma anotação”, contou, “eu sou muito visual e muitas vezes desenho o prato que imagino”.

A chef já está de olho no Dia dos Namorados e começa a pensar, criar, imaginar e desenhar as novidades românticas da data. Ela dá dicas e fala sobre suas primeiras ideias, com sobremesas de chocolate e pratos que harmonizam com espumantes e vinhos.

História do Lapin

Rubia já atua em cozinhas há 16 anos e o seu sonho de abrir seu próprio restaurante demorou pouco mais de 10 anos para chegar. “Queria um espaço pequeno e simples, como sempre vi na França, onde é possível comer um croissant, mas também algo mais elaborado”. O horário do local vem exatamente para poder receber os clientes que chegam para tomar café da manhã, como um croissant, e para aqueles que desejam tomar um cafézinho ou jantar. O bistrô fica aberto das 9h às 22h30.

O público, de acordo com a cozinheira, é bem variado. “Tem pessoas que vem para tomar café da manhã, tem o pessoal do menu executivo no almoço, mas também os casais e famílias que vem para provar o à la carte e tomar um vinho”. Por estar próxima à Pontifícia Universidade Católica de São Paulo (PUC-SP), ela também recebe diversos grupos de universitários, que usam o espaço para fazer reuniões ou trabalhos.

O menu especial do Restaurant Week fica disponível até este domingo, 29, entretanto, o cardápio comum continua disponível depois desta data. Acompanhe o Lapin Café Et Bistrot nas redes sociais @lapincafebistrot (Instagram), facebook.com/lapincafebistrot e e pelo site lapinrestaurante.com.br.

 

Lapin Café Et Bistrot

Horário de abertura: segunda a sábado, das 9h às 22h30
Endereço: Rua João Ramalho, 766 – Perdizes
Contato: [email protected] e reservas pelo (11)2157-6541

Folha Noroeste

Somos o maior prestador da região Noroeste, com mais de 100 mil exemplares impressos a Folha do Noroeste tem se destacado pelo seu comprometimento com a Noticia e tem ajudado a milhares de pessoas a divulgar os problemas do cotidiano de nosso bairro.

Adicione Comentário

Clique aqui para postar um comentário