REGIONAL

Rodoanel e UPAs continuam em atraso na região noroeste

UPA City Jaraguá está parada há dois anos; Trecho Norte do Rodoanel ficou para 2019

Publicado às 8h40

Por Cristina Braga

Paralisada há dois anos, a construção da UPA City Jaraguá ainda aguarda nova licitação para ser concluída. O posto de saúde figura na lista da Prefeitura de São Paulo das obras que tiveram contrato rescindido depois
que a construtora Massafera entrou em recuperação judicial.

Em nota, a Secretaria Municipal da Saúde informa que “a empresa foi penalizada, e as obras serão retomadas após a conclusão de nova licitação, ainda sem data definida”. Já em relação à unidade José Soares Hungria,
erguida na área do Hospital Municipal de Pirituba, a pasta destaca que “as obras iniciadas em 2015 têm, agora, a previsão de serem finalizadas até o final do ano”.

E o Trecho Norte do Rodoanel? Mais uma vez, a entrega do anel viário foi adiada. Desde 2014, o Governo do Estado não consegue cumprir os prazos para a inauguração. O cronograma mais recente apontava que a primeira parte, entre as rodovias Bandeirantes e Fernão Dias, ficaria pronta até este mês de julho. Já a segunda etapa, da Fernão Dias até a Dutra, seria entregue em novembro. Porém, agora, as duas datas foram adiadas, e os trechos estão previstos para 2019.

A construção tem hoje 84% de sua execução concluída e tem sido investigada por suspeitas de irregularidades, desde superfaturamento nos serviços de terraplanagem, que chegaria a R$ 600 milhões, até suposto esquema de superfaturamento no valor das desapropriações dos imóveis e terrenos que cederiam espaço para o Rodoanel.
Os gastos públicos com desapropriações já somam R$ 1,9 bilhão – e a maioria ocorreu via decisão judicial.

A construção do Trecho Norte começou em 2013 e tem como objetivo completar o anel viário Mário Covas, que circunda a cidade de São Paulo, conectando as principais rodovias estaduais. Após a conclusão do Rodoanel, estima-se que 18 mil caminhões deixarão de circular diariamente na Marginal do Tietê, melhorando o trânsito na capital. Em valores atualizados, a obra rodoviária tem 44 km de extensão e custará R$ 8,9 bilhões.

Folha Noroeste

Somos o maior prestador da região Noroeste, com mais de 100 mil exemplares impressos a Folha do Noroeste tem se destacado pelo seu comprometimento com a Noticia e tem ajudado a milhares de pessoas a divulgar os problemas do cotidiano de nosso bairro.

Adicione Comentário

Clique aqui para postar um comentário