SAÚDE

Anvisa procura empresas ainda sem registro para fornecerem ‘kit entubação’ com receio de desabastecimento

Publicado em 19/03/2021 às 10h

Por Redação/G1

Fornecedoras deveram apresentar à agência provas de eficácia, segurança e qualidade dos seus insumos. Governadores têm alertado governo nos últimos dias sobre a iminente falta de anestesia, sedação e relaxamento muscular usados para entubação de pacientes em UTIs.

Preocupada com a crise de abastecimento no Brasil dos remédios que compõe o chamado “kit entubação”, a Agência Nacional de Vigilância Sanitária (Anvisa) publicou nota nesta sexta-feira (19) esclarecendo que mesmo empresas fornecedoras do insumo ainda sem registro devem entrar em contato com o órgão.

Segundo a Anvisa, o objetivo da medida é o de aumentar a oferta de anestésicos injetáveis, relaxantes musculares e sedativos, medicamentos usados em procedimentos como a entubação, essencial para pacientes graves da Covid-19 internados em UTI.

“(…) destacamos que empresas que estejam desenvolvendo medicamentos que possam ser utilizados no manejo clínico da Covid-19, mesmo que ainda não tenham peticionado o registro, devem entrar em contato com a Agência caso tenham condições de fornecer os produtos em curto prazo, apresentando as provas de eficácia, segurança e qualidade das quais a empresa já dispõe e quais provas ainda faltam para que o dossiê de registro esteja completo. A Anvisa poderá, mediante uma avaliação de benefício-risco realizada por um Comitê interno, conceder um registro desses medicamentos mediante termo de compromisso para apresentação de provas posteriores”, diz a nota informativa da Anvisa.

Folha Noroeste

Somos o maior prestador da região Noroeste, com mais de 100 mil exemplares impressos a Folha do Noroeste tem se destacado pelo seu comprometimento com a Noticia e tem ajudado a milhares de pessoas a divulgar os problemas do cotidiano de nosso bairro.

Adicione Comentário

Clique aqui para postar um comentário