SAÚDE

Pesquisa da USP busca voluntários para testar a vacina contra o HIV

Publicada em 08/12/2020 às 8h07

Por Cristina Braga

A Faculdade de Medicina da Universidade de São Paulo (USP) está buscando voluntários no Brasil para testar uma vacina contra o HIV.  Até o momento, as pessoas que receberam a vacina conseguiram produzir satisfatoriamente anticorpos e imunidade contra a infecção. A pesquisa já foi aprovada pela fase pré-clínica, animal, e fases 1 e 2 em humanos.

No Brasil, os voluntários devem ser homens gays ou bissexuais cisgêneros e homens ou mulheres transexuais entre 18 e 60 anos. Os voluntários podem procurar a USP, o Hospital Emílio Ribas ou o centro de Referência Vila Mariana. Eles passarão por uma triagem. Para ser voluntário não pode ter HIV. Os interessados podem entrar em contato também com o Programa de Educação Comunitária da USP pelo Instagram ou pelo e-mail [email protected] A tecnologia empregada na vacina em desenvolvimento é a de vetor, em que são injetadas informações genéticas de proteínas do HIV dentro de um outro vírus, inofensivo a seres humanos.

Quando o indivíduo é vacinado, o vírus inserido no organismo se multiplica, fazendo com que o corpo receba as proteínas que foram injetadas em seu material genético. Assim, o vacinado produz resposta imune contra proteínas do vírus inofensivo e também contra as do HIV.