TURISMO

Turismo literário em Lençóis Paulista: cidade abriga a maior biblioteca do interior paulista

Publicado em 28/02, às 9h40

Com informações do Governo de SP

A meio caminho entre Botucatu e Bauru, seguindo pela SP-300 (a rodovia Marechal Rondon), encontra-se Lençóis Paulista, localizada a praticamente 286km da capital. Esse município de interesse turístico (MIT), de pouco mais de 68,4 mil habitantes (em 2019), pertence à região do Projeto Turístico Caminhos do Centro-Oeste Paulista e é drenado pelo sinuoso rio Lençóis, que é o principal manancial responsável pelo abastecimento de água local. Além dele, há também o córrego da Prata, que também corta a cidade e forma uma lagoa em sua área urbana.

Foto: Divulgação.

Lençóis Paulista guarda a particularidade de possuir a maior biblioteca pública do interior do Brasil, a “Orígenes Lessa”, por isso a cidade é conhecida nacionalmente como “A Cidade do Livro”. O acervo da instituição, superior a 90 mil livros e mais de 20 mil documentos, abrange desde peças raríssimas a decretos assinados pelo rei D. João V e mesmo objetos pessoais de escritores como Guimarães Rosa, Cora Coralina, Manuel Bandeira, Olavo Bilac, manuscritos do escritor lençoense Orígenes Lessa e materiais do ator Procópio Ferreira. Em média, é visitada por 300 pessoas por dia.

Orígenes Lessa. Foto: Divulgação.

Ainda na área literária, ocorre em novembro o Festival Integrado de Literatura de Lençóis Paulista, o FILLP, cuja primeira edição aconteceu em 2008 e vem sendo realizado ininterruptamente. Sua programação atrai mais de 20 mil pessoas a cada ano não só para os livros, mas também para a música, o cordel, a poesia, a contação de histórias, o teatro e a dança, tudo congregado num só evento. A cidade, que foi fundada em 1858, chamava-se originalmente “Lençóis”, mas um decreto de Getúlio Vargas, em 1940, determinou que não poderia haver duas cidades com o mesmo nome (a outra Lençóis, mais antiga, localiza-se no interior da Bahia), daí o acréscimo de “Paulista” em seu nome.

Museu Histórico e Cultural Alexandre Chitto. Foto: Reprodução/ Inspirock.

Em meio aos vários espaços culturais da cidade, o Museu Histórico e Cultural “Alexandre Chitto” possui um acervo de mais de 3 mil peças. Para o visitante, uma dica é passear no Parque do Povo, às margens da Lagoa da Prata, bem como no Parque do Paradão, no centro da cidade. Já um evento tradicional de Lençóis Paulista é a Facilpa, uma feira agropecuária próxima à Lagoa, que atrai mais de 100 mil pessoas por ano e já se firma como uma das maiores e mais importantes festas populares do interior. Contando com uma rede de hotéis e pousadas, Lençóis Paulista tem como meta se firmar cada vez mais no mercado regional, estadual e nacional de turismo.

Folha Noroeste

Somos o maior prestador da região Noroeste, com mais de 100 mil exemplares impressos a Folha do Noroeste tem se destacado pelo seu comprometimento com a Noticia e tem ajudado a milhares de pessoas a divulgar os problemas do cotidiano de nosso bairro.

Adicione Comentário

Clique aqui para postar um comentário