TURISMO

Turismo nas alturas em Boituva: tem passeio de balão, paraquedismo e muita natureza

Publicado em 21/02, às 8h20

Com informações da Secretaria de Turismo

A 121 quilômetros da capital, você encontrará Boituva, destino perfeito para os aventureiros de plantão. A natureza e o clima privilegiado da região são ideais para saltos de paraquedas e passeios de balões. Com cerca de 50 mil habitantes, o município atrai visitantes de todo o Brasil. Um dos motivos para isto é o Centro Nacional de Paraquedismo localizado na cidade e que é referência nacional e internacional na modalidade.

Paraquedismo em Boituva. Foto: Divulgação.

O passeio de balão, com certeza é uma experiência única na vida e um dos principais atrativos de Boituva. Você poderá desfrutar de passeios para até 12 pessoas, com duração de cerca de 1 hora, percorrendo 8 quilômetros sobre a cidade. Após o pouso, os passageiros ainda brindam com espumante antes de dar adeus ao céu colorido por balões de todas as cores e tamanhos.

Balonismo em alta. Foto: Divulgação.

Para os apaixonados em paraquedismo, existem opções mais radicais como o salto duplo challenge, modalidade onde o turista recebe instruções para realizar manobras durante a queda livre, além de poder pilotar sozinho. Para os iniciantes, é recomendado o salto duplo onde o passageiro conta com a ajuda do instrutor em todos os momentos.

Igreja Matriz de São Roque. Foto: Reprodução/Renato Oliveira.

Além disso, Boituva possui uma infraestrutura ótima para hospedagem e gastronomia. E, por tratar-se de um centro interiorano, conta também com passeios mais tranquilos para quem vai em família. A cidade possui um zoológico e parques ideais para se fazer caminhadas, piqueniques e brincar com as crianças.

Museu do Tropeiro. Foto: Divulgação.

Outro exemplo de passeio é o Museu do Tropeiro. O local possui um acervo composto por mais de 700 peças que narram a história dos tropeiros, que antigamente eram os responsáveis por efetuar o câmbio de mercadorias entre regiões, com o auxílio de mulas e cavalos. Entre as exposições, está o fogão de trempe, com mais de 150 anos, onde era feito o famoso feijão-tropeiro.

A visita precisa ser agendada e a entrada é gratuita.

Folha Noroeste

Somos o maior prestador da região Noroeste, com mais de 100 mil exemplares impressos a Folha do Noroeste tem se destacado pelo seu comprometimento com a Noticia e tem ajudado a milhares de pessoas a divulgar os problemas do cotidiano de nosso bairro.

Adicione Comentário

Clique aqui para postar um comentário